Governo tem direito de descontar duodécimo do Judiciário, diz Robinson

robinson-750x496

O governador Robinson Faria (PSD) entende que o Poder Executivo tem o direito de descontar do duodécimo (valor repassado pelo Executivo aos demais poderes do estado) o valor superavitário que está nas contas dos demais Poderes, inclusive o Judiciário. O governador explicou que o caso está sendo analisado e acredita em entendimento entre os Poderes.

Robinson Faria quer consenso sobre recursos excedentes nos Poderes. Após a negativa do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte em repassar R$ 100 milhões dos R$ 571 milhões que possui na conta, dos quais boa parte são referentes ao valor repassado do duodécimo, Robinson Faria disse que o Estado está tratando da questão.

No entendimento do governador, o Supremo Tribunal Federal já se posicionou favoravelmente ao pleito do Executivo.
“O STF deliberou. É uma devolução do duodécimo. Se o TJ não utilizou, esse dinheiro é devolvido ao Tesouro Estadual. É uma prática comum em quase todo o Brasil”, disse Robinson.

Uma resposta

  1. PARABÉNS,GESTOR, ENQUANTO POUCOS COM HIPER, MEGA, MASTER-SALARIOS, MUITOS SEM RECEBER OS MISERÁVEIS SUBSÍDIOS…AVANTE!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Vamos pagar ainda mais aos bandidos

No seu discurso ao Congresso, Dilma Rousseff defendeu a ampliação dos acordos de leniência espúrios para estados, municípios e Distrito Federal, a fim de “preservar

Leia Mais

PCC em Caicó?

Será que nessa permuta de presos vai terminar vindo integrantes do PCC para o Pereirão de Caicó? Ou já existe? É uma pergunta apenas.

Leia Mais