Governo se considera vitorioso com segundo turno entre Maia e Rosso

temer_confiança

O Palácio do Planalto reduziu as preocupações que tinha com a eleição para a presidência da Camara, cuja votação em primeiro turno, ocorrida há pouco, deixou na disputa apenas dois candidatos da base: Rodrigo Maia (DEM), com 120 votos, e Rogério Rosso (PSD), com 106.

Na visão de um interlocutor do presidente interino, Michel Temer, a partir de agora o sucessor do deputado afastado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pode ser tanto um quanto outro, embora a preferência continue sendo pelo parlamentar democrata, pois Rosso pertence ao chamado Centrão.

O risco maior, porém, era que Marcelo Castro chegasse ao segundo turno, pois, embora membro do PMDB de Temer, Castro tenha sido ministro da presidenta afastada Dilma Rousseff e votou contra o seu impeachment. Temer, que deverá telefonar ao vitorioso assim que a eleição terminar, acompanhou o primeiro turno no Palácio do Planalto, ao lado de assessores como Rodrigo Rocha Loures e José Yunes, presidente do PMDB-SP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias

Explica aí, pesquiseiro

O fracasso das manifestações contra o governo colocou em xeque os institutos de pesquisa: de acordo com o Datafolha, citado por João Doria, 52% dos

Leia Mais

Dilma não é Collor

Imagine que a presidente Dilma Rousseff tivesse uma irmã, responsável por estrepitosa entrevista concedida à VEJA, acusando Dilma de roubar e de deixar que seu

Leia Mais