Governo do RN disponibilizará 170 novos leitos em Natal e Mossoró

O Governo do RN, por meio da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), colocará em funcionamento na rede pública estadual de saúde 170 leitos para o atendimento de pessoas com sintomas relacionados à Covid-19, em mais uma ação que faz parte do Plano de Contingência Estadual para Infecção Humana pelo Covid-19.

Em Natal, no Hospital Coronel Pedro Germano, da Polícia Militar, localizado no bairro do Tirol, serão ofertados, especificadamente, 10 leitos de UTI’s (Unidades de Terapia Intensiva), 15 leitos semi-intensivos e mais 25 leitos de retaguarda, totalizando 50 leitos. A previsão é que esses leitos entrem em funcionamento nos próximos 15 dias.

Já em Mossoró, o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) colocou em funcionamento, na terça-feira (07), 10 novos leitos de UTI’s dos 20 que serão abertos nos próximos dias.

Além desses novos leitos de UTI’s, o Governo do RN prorrogou, até às 17h do dia 10 de abril, o Chamamento Público Emergencial para implementação e gestão do hospital de campanha, a ser construído no Arena das Dunas, que contará com 100 leitos hospitalares, sendo 53 leitos de UTI’s, 45 leitos de retaguarda e 2 leitos de isolamento, contemplando aquisição de material de consumo, sistema de informação, gestão de pessoas, bem como todos os aspectos à operacionalização do hospital.

Uma resposta

  1. Aqui em Mossoró, os poucos leitos que foram providenciados e estão a disposição dos infectados SÃO OBRAS da iniciativa privada…até mesmo os possíveis leitos do hospital da polícia em Mossoró. Estes estão recebendo aporte da iniciativa privada. Governo do Rn é muito mentiroso e covarde de política pequena. Abandonou Mossoró, cidade que tem o maior No, de vitimas fatais do corona. Issso sim. Tecnocrátas Vagabundos!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

Sem tiro no pé

A Rede não conseguiu colher assinaturas suficientes para emplacar uma PEC que incluiria um artigo na Constituição para permitir a imposição de medidas cautelares a

Leia Mais