Governo do RN antecipa pagamentos de abril para evitar aglomeração

O Governo do RN vai antecipar a primeira parcela da folha salarial de abril para algumas categorias. A intenção é seguir o protocolo do pagamento da última parcela de março e evitar aglomeração de pessoas em agências bancárias.

Se antes o calendário previa o depósito para todas as categorias neste dia 15, conforme faixa salarial, e a segunda parcela para o dia 30, agora o pagamento terá início nesta sexta (10).

Servidores da Segurança Pública, entre ativos, inativos e pensionistas, recebem o salário integral nesta sexta. Também nesta data, os ativos da Saúde com faixa salarial até R$ 4 mil, além do depósito de 30% para quem recebe acima desse valor.

No dia 14, terça-feira, recebe o salário integral todos os outros ativos que ganham até R$ 4 mil, além do depósito de 30% para quem ganha acima desse valor.

No dia seguinte, quarta-feira, será depositado os salários dos inativos e pensionistas, incluindo os da Saúde, também respeitando a integralidade do salário para a faixa até R$ 4 mil e 30% para acima desse valor.

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

DER paralisa obras no RN

O Departamento de Estradas e Rodagens do Rio Grande do Norte, emitiu ordens de paralisação das obras de implantação e pavimentação dos acessos ao Polo

Leia Mais

A cartada de Robinson Faria

O governador Robinson Faria (PSD) jogou sua última carta em busca da reeleição. Anunciou que votará em Jair Bolsonaro (PSL) para presidente. Com isso, pretende

Leia Mais

Senador é gravado e se complica

O clima está tenso em um gabinete do Congresso Nacional. Segundo a Coluna Esplanada, um importante senador foi gravado por um interlocutor em conversas comprometedoras

Leia Mais

Sob as barbas do PT

A segunda denúncia contra Michel Temer não deveria despertar tanto entusiasmo no PT. A acusação fragiliza o presidente, mas deixa claro que o “quadrilhão” do

Leia Mais