GDF usará bactérias e peixes para combater as larvas de Aedes aegypti

dengueO governo anunciou duas novas técnicas de controle ao mosquito Aedes aegypti. Agentes de vigilância epidemiológica passarão a usar controle biológico com biolarvicida — uma bactéria que ataca as larvas — e filhotes de lambaris, peixe predador do inseto. As novas técnicas de controle tiveram custo zero aos cofres públicos.

Cerca de 600 litros do líquido onde estão os bacilos estão disponíveis nos estoques do Executivo local. Eles serão distribuídos em porções de 50 ml pelos agentes de vigilância epidemiológica. Há ainda 50 unidades de alevinos prontos para serem colocados nos espelhos d’água da capital federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Não tem remendo

A verdade é que os comerciantes e empresários do Rio Grande do Norte têm que apertar também os Presidentes da FIERN e Fecomércio que estão

Leia Mais

Os crimes que Lula cometeu

Lula pode ser chamado de informante ou testemunha, mas, na prática, vem sendo tratado como suspeito em quatro processos. Josias de Souza enumerou os casos

Leia Mais