Garibaldi evita crucificar Rosalba Ciarlini

rosalba-e-garibaldi

Restando onze dias para o fim do atual mandato de governador do Rio Grande do Norte, ex-aliado de Rosalba, o ministro da Previdência, Garibaldi Filho, disse lamentar que sua antiga parceria política não tenha feito um bom governo. Provocado pela reportagem, ele preferiu não crucificar a adversária. Pelo contrário: enalteceu pontos do governo do DEM, como a conquista do programa “RN Sustentável”, que favorecerá, segundo ele, o início da gestão Robinson. “Eu fui um aliado de Rosalba. Não quero de maneira nenhuma contribuir para a penalização ou o julgamento mais desfavorável do seu governo”, disse o ministro em entrevista ao Jornal de Hoje, ao ser instado a falar sobre o atraso nos salários, principal marca administrativa (negativa) de Rosalba na metade final do seu mandato.

Para o ministro, num balanço dos dias de hoje, é possível afirmar que o governo Rosalba não foi de todo ruim. Segundo ele, alguns aspectos do governo Rosalba merecem as luzes do reconhecimento, como o não endividamento do Tesouro Estadual e o empréstimo de 540 milhões de dólares ao Banco Mundial, dentro do programa estatal denominado “RN Sustentável”. “Eu lamento que ela não tenha cumprido as promessas de campanha, mas, também não vamos dizer que ela não contribuiu em alguns aspectos. Pelo menos não endividou o Estado. Pelo contrário, deixou até alguns programas frutos de empréstimos para serem executados pelo novo governo”, disse o ministro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias

Cadê o Xerife, gente?

Mossoró está transformada literalmente num Faroeste. A diferença é que só tem bandido armado. Cadê o Xerife, gente? Por Carlos Santos

Leia Mais