Ford está proibida de demitir em massa em duas fábricas, decide Justiça

A Justiça do Trabalho suspendeu a demissão em massa nas fábricas da Ford em Taubaté (SP) e Camaçari (BA). As liminares foram expedidas nessa sexta-feira (5) em resposta a ações movidas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

Os juízes determinaram que a montadora não realize desligamentos até a conclusão de negociação com os sindicatos.

A decisão também mostra que a montadora não pode suspender o pagamento de salários e licenças durante as negociações. A Justiça também determinou que a montadora não faça propostas individuais ou assedie moralmente os funcionários.

“A nulidade dos atos negociais até então perpetrados pela empresa junto à entidade sindical profissional, tendo em vista a condução/procedimento unilateral, a falta de informação/transparência ao sindicato e a restrição de conteúdo quanto ao seu objeto pela Ford”, informa parte do despacho da juíza da 2ª Vara do Trabalho de Taubaté, Andréia de Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias