Fim do financiamento privado deve ser votado no dia 19

financiamento

O financiamento público exclusivo de campanhas eleitorais será apreciado daqui a duas semanas. A decisão foi anunciada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, após reunião de líderes realizada no final da tarde desta terça-feira (5). O Projeto de Lei do Senado (PLS) 268/2011, do ex-senador José Sarney, faz parte de um conjunto de matérias relacionadas à reforma política selecionadas pelo presidente Renan e pelas lideranças partidárias. “Há uma exigência muito grande da sociedade e é fundamental que o Senado delibere sobre isso”, disse Renan.

O presidente lembrou que o Senado já aprovou outros projetos de reforma política. Ele destacou a proibição de coligações nas eleições proporcionais (PEC 40/2011), aprovada em março, e acrescentou que na sequência do projeto sobre financiamento de campanha outros temas da reforma política serão pautados. O líder do PSDB, senador Cássio Cunha Lima (PB), porém, apontou que pode “não ser produtivo” o Senado discutir propostas enquanto a Câmara dos Deputados tem uma comissão específica para a reforma política. Para Cássio, o ideal seria aguardar as matérias que chegam da Câmara, para que o Senado atue como casa revisora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias

O deputado estadual, Nelter Queiroz, PMDB, decidiu de uma vez por todas “colar

Leia Mais

Guamaré (RN): candidatura alucinada

Em Guamaré (RN) o prefeito Adriano Diógenes está ‘alucinado’ pela reeleição em 2020. Já jogou pro escanteio seu principal adversário e ex-aliado e ex-prefeito cassado,

Leia Mais