Festeiros da desgraça

Ao citar que o Brasil passou os EUA nas mortes por 100 mil habitantes, âncora de TV disse que o Brasil está no “topo do ranking macabro”. Outra fake news impune: há nove países com números piores.

Seis meses após o primeiro registro, muitos preferem se concentrar no total de casos de Covid-19 no Brasil, desprezando os recuperados e ignorando dados animadores. O número máximo de pessoas infectadas no Brasil, registrado em 8 de agosto, chegou a 818,5 mil, mas esse número foi se reduzindo até os atuais 690,6 mil, uma queda de 15,6%. Além disso, o número de curados superou o número de novos casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias

Amargurado

Circula nos meios políticos da Capital do Estado que o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves anda ‘amargurado‘ com o prefeito de Natal Álvaro Dias. Praticamente não

Leia Mais

A teimosia de João Maia

Teimosia! O presidente do diretório estadual do Partido da República no Rio Grande do Norte e deputado federal João Maia não desiste nunca. Ele voltou

Leia Mais