Fátima cobra inclusão do RN em linha de crédito para Segurança

A senadora Fátima Bezerra cobrou nesta quarta-feira (14), da tribuna do Senado, a inclusão do Rio Grande do Norte entre os beneficiários da linha de crédito financeiro que o Governo Federal anunciou para estados e municípios, via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para a área de Segurança Pública. Os recursos, no valor total de R$ 42 bilhões, serão destinados a ações diversas.

Segundo o Jornal Tribuna do Norte, que noticiou o assunto nesta terça-feira (13), a informação de que o estado não está entre os contemplados foi confirmada pela própria assessoria do BNDES. O governo de Michel Temer alega a “precária saúde financeira” do Estado para honrar seus compromissos com a dívida ao longo dos próximos oito anos. A senadora afirma que o motivo é outro: discriminação.

“Não aceitaremos que o RN seja mais uma vez relegado à própria sorte. Nosso estado está entre os mais violentos do país, o governo não tem sequer os recursos suficientes para pagar a folha de pessoal em dia, como não ajudar uma população dessas? Isso é um absurdo. Mais um!”, exclamou a senadora.

Fátima observou que o Rio Grande do Norte é hoje um dos estados mais afetados pela violência urbana do país e que Natal chegou a ser apontada pela ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal como a cidade mais violenta do Brasil e a décima do mundo. A lista da ONG é baseada no número de homicídios por 100 mil habitantes e analisa municípios com mais de 300 mil habitantes.

“O Observatório da Violência do RN, o Óbvio, também tem mostrado, por meio de estatísticas e levantamentos semanais, que o quadro é dramático não só na capital, mas em todo o estado. O Rio Grande do Norte precisa de ajuda!”, concluiu a senadora.

Ministério

O ministro Raul Jungmann, do recém-criado Ministério da Segurança Pública, vai se reunir com os secretários de Segurança de todo o país, na próxima quinta-feira, conforme divulgado na imprensa, para discutir o projeto de integração das polícias. O governo do estado informou, segundo o jornal Tribuna do Norte, que vai pleitear R$ 180 milhões para a reestruturação da segurança do estado, já que ficou de fora da tão alardeada linha de crédito do BNDES que o governo prometeu para os estados e municípios.

“Em que pese o desprezo com que este governo tem tratado o Rio Grande do Norte, esperamos que essa ajuda chegue ao estado. Que Michel Temer não repita o desrespeito com a população norte-rio-grandense, de dezembro passado, quando anunciou que enviaria 600 milhões para socorrer o estado e, dois dias depois, refez o plano e deixou os potiguares de mãos abanando”, concluiu a senadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias

O povo acordou, Batata!

A câmara municipal de vereadores de Caicó está lotada neste momento. Os protestos contra o prefeito Robson Batata Araújo que ocorrem hoje são pelos mais variados

Leia Mais