Fátima Bezerra teve apoio de facções, diz deputado

O Deputado estadual Coronel Azevedo teceu duras críticas à governadora do RN, Fátima Bezerra (PT), pela proposta de desmilitarização da Polícia Militar aprovada na II Conferência Estadual de Segurança Pública e de Defesa Social do RN, evento ocorrido entre os dias 16 e 18 desse mês. Ele relacionou a proposta ao apoio dado por facções criminosas ao PT durante o pleito que elegeu a governadora Fátima em 2018.

“A governadora traz a opção pelo direito daqueles que infringem a lei, tornando inevitável uma lembrança: o voto declarado ao PT por facções criminosas na eleição de 2018 revelado por pesquisas e publicado em todo o Brasil”, declarou o deputado durante a sessão ordinária desta terça-feira (22).

O parlamentar também classificou a proposta como “cúmulo da maldade” e uma “atitude criminosa de viés ideológico” que visa transforar a PM em uma “força partidária”.

“A sociedade repudia mais esse ato da pior governadora do Brasil. Só falta agora Fátima mandar prender a polícia e soltar os bandidos. Não, não vamos aceitar”, acrescenta.

Ainda em seu discurso, Azevedo questionou os gestores da segurança pública do RN em relação à proposta. “Qual a posição dos gestores do sistema de segurança pública? Quem cala consente. Eu não vou me calar”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias

Styvenson quer aparecer

O senador eleito Capitão Styvenson (Rede) quis inovar, aparecendo. Deixou a equipe que o elegeu para trás e criou um processo seletivo para escolher seus

Leia Mais