Fátima Bezerra quer encontrar um culpado

Na tentativa de salvar a BARRA, a professora que nunca lecionou em sala de aula Fátima Borku”s Bezerra, colocou a culpa em um pedreiro, como o responsável pela deterioração do mural “A Escola e o Mundo”, obra do maior artista plástico e ensaísta potiguar Dorian Gray, na Escola Estadual Frei Miguelinho, no bairro do Alecrim, em Natal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

maio 2022
DSTQQSS
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031 
Categorias