Fátima ameaça: poderá ter retrocesso na retomada das atividades Econômicas

A governadora Fátima Bezerra disse em entrevista coletiva nesta terça-feira, 30, que o início da retomada gradual das atividades econômicas programada para esta quarta-feira, 1º de julho, é uma decisão tomada com base nas análises feitas pelo Comitê Científico de assessoramento ao Estado na Pandemia, que apontam a redução da taxa de transmissibilidade e a ocupação de leitos. “Esses indicadores orientam a retomada gradual e segura das atividades após mais de 100 dias do primeiro decreto com as medidas de proteção no enfrentamento ao novo Coronavírus“, afirmou.

A chefe do Executivo estadual alertou que as medidas restritivas continuam valendo. “Carreatas, passeatas, manifestações que gerem aglomerações continuam proibidas e o governo será rigoroso na fiscalização”, disse, conclamando os prefeitos e autoridades municipais a fortalecerem o Pacto Pela Vida. O Governo vai fiscalizar o cumprimento das normas e protocolos sanitários pelas empresas na realização de suas atividades e dará todo suporte através dos órgãos da segurança pública, do Procon RN e da Vigilância Sanitária às prefeituras que devem somar nesta fiscalização. Os municípios com mais de 15 mil habitantes devem definir horários para o funcionamento do comércio e do transporte público.

Fátima Bezerra ressaltou que o momento não é de liberação geral. O plano que começará a ser executado estabelece a retomada gradual das atividades e precisa contar com o comprometimento dos empresários, trabalhadores e poderes para que as normas de sanitárias e de distanciamento social sejam cumpridas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias

Vídeo: muito bem presidente, Bolsonaro!

Jair Bolsonaro discursa no Congresso Nacional como presidente eleito, na sessão solene em homenagem aos 30 anos da Constituição. pic.twitter.com/unhCDDuwz6 — Bolsonaro Presidente (@JoelAlexandreM) 6

Leia Mais