Famílias devem evitar cheque especial para reduzir endividamento

O jornalista econômico Luis Nassif comenta a pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio) que aponta o aumento do número de famílias paulistanas endividadas em dezembro.

Nassif alerta para o risco do cheque especial. “A família tem que evitar, de todo o jeito, cair no cartão de crédito ou cair no cheque especial. Quem entrar no cheque especial, não consegue sair mais porque as taxas de juros são 10% ao mês, ninguém segura”, disse.

O jornalista orienta as famílias a renegociarem as dívidas junto aos bancos e reduzir o valor das prestações para encaixar no orçamento. “Mostre que você é sério, que não está conseguindo pagar, estica o prazo e peça a mesma taxa de juros. Com isso, você reduz o pagamento mensal”, completou Nassif.

Uma resposta

  1. Taxa de juros do cheque especial e cartão de crédito de 10% não existe, no Santander, Bradesco e ITAÚ, oscilam entre 15,5% am, a 20,5% am. Taxa de 10% é para cliente Vip que ñ usa. taxa de 10% é balela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias