Executivos envolvidos com mina em Maceió integram Conselhão de Lula

Ao menos dois executivos de empresas envolvidas direta ou indiretamentena crise em Maceió(AL) integram oConselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável, o “Conselhão” de Lula.

São eles: Roberto Bischoff, diretor-presidente da petroquímica Braskem, e Claudio Medeiros, diretor de Relações Institucionais do grupo Novonor, acionista majoritário da Braskem.

A Braskem, e sua controladora, a Novonor, estão no centro da crise em Alagoas. A mina de sal-gema controlada pela petroquímica pode colapsar a qualquer momento, levando consigo parte de bairros da capital alagoana.

A situação é tão crítica que já há até mesmo um pedido do senador Renan Calheiros(MDB-AL) para abrir uma CPI a fim de investigar a atuação da petroquímica.

O Conselhão de Lula

Ao todo, o Conselhão de Lula tem 246 integrantes, entre empresários, ativistas, artistas e influenciadores. Desde sua recriação, em 4 de maio, o grupo teve apenas um encontro. A segunda reunião está prevista para 12 de dezembro.

O colegiado é presidido pelo próprio presidente Lula, ao lado do vice-presidenteGeraldo Alckmine do ministro de Relações Institucionais,Alexandre Padilha.

Por Coluna do Igor Gadelha – Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias