Ex-vereador apontado como mandante de homicídio tem recurso negado no TJRN

A Câmara Criminal do TJRN voltou a julgar, nesta quinta-feira (7), o caso do ex-presidente da Casa Legislativa de Vera Cruz, Cleonaldo Joaquim de Oliveira, acusado de ter sido o mandante do assassinato de um homem, que seria o autor de um latrocínio que resultou na morte do pai do então vereador. Ao julgar recurso apresentado pela defesa do réu, os desembargadores mantiveram a sentença inicial, dada pela Vara Única de Monte Alegre.

Cleonaldo de Oliveira foi pronunciado pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver, devendo ser submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri Popular. Segundo a análise da Câmara Criminal, não há o direito de recorrer em liberdade, já que se manteve recolhido ao longo do processo e não se vislumbra, por hora, nenhum fato novo, subsistindo, portanto, os elementos norteadores de sua prisão preventiva, definidos no juízo de primeiro grau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias

Eu não me importo…

Eu não me importo se você lamber janelas, jogar pedra em avião, ou quiser bater prego com a testa, às vezes eu também cometo umas

Leia Mais