Estado fica acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal

As políticas de contenção de gastos desenvolvidas pela governadora Rosalba Ciarlini ainda não foram suficientes para retirar o Estado da delicada zona do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal no gasto com pessoal.

O balanço do segundo quadrimestre do ano apontou que foram gastos com pessoal R$ 2.851.197.823,98. Esse valor coloca o Estado abaixo do limite total da Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de R$ 2,901 milhões de gasto com pessoal. No entanto, o Governo continua acima do limite prudencial.

Na prática, a divulgação do balanço do quadrimestre aponta para os servidores que os reajustes das categorias não deverão ser implantados, enquanto essa situação perdurar.

Por Anna Ruth

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias