Penso, logo existo...

O futebol tem de parar

“A vergonha que foi a realização da partida entre Palmeiras e Flamengo não pode acabar nela mesmo, após os 90 minutos de um jogo jogado depois de tantas liminares e decisões na Justiça”, diz Robson Morelli, colunista esportivo do Estadão. “É preciso ter respeito com o futebol brasileiro, com seus jogadores, treinadores, árbitros e demais profissionais envolvidos numa apresentação (…). O futebol deve parar para o bem dele próprio. Nem quero entrar aqui na discussão sobre os elencos infectados com a Covid-19. Enquanto não se estabelecerem normas e regras claras, bem pensadas e de comum acordo com todos os clubes, a bola não deveria mais rolar.”

Robson Pires

Brasileiro Radialista e Jornalista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *