Escândalo: Presidente da Câmara de Várzea (RN) é acusado de peculato

Esta semana, durante uma tumultuada sessão da Câmara Municipal de Várzea (Agreste Potiguar), o presidente da Casa, vereador Eberval Florêncio, protagonizou um episódio de desrespeito à democracia. Em meio à discussão sobre um projeto de Lei apresentado pela oposição para substituir uma proposta do Poder Executivo, que cria cargos de forma excessiva em ano eleitoral, o presidente perdeu o controle e ameaçou expulsar do recinto populares que demonstravam apoio aos vereadores da oposição.

Para o vereador Paulo Freire (MDB), o Eberval, que é pré-candidato ao cargo de vice-prefeito pela base governista agiu de forma truculenta e anti democrática. “O que evidencia seu despreparo para ocupar tal posição de liderança. Vale ressaltar que o presidente da Casa é, ele próprio, um servidor da prefeitura municipal de Várzea, ocupando o cargo de auxiliar de serviços gerais”, ressaltou.

Paulo Freire lembrou que o presidente do Legislativo local ppode estar praticando a conduta de peculato. “O presidente da Câmara, há vários anos, não exerce suas funções como servidor, porém, continua recebendo salário, acrescido de uma generosa gratificação sem previsão em lei. Essa conduta levanta suspeitas de peculato, um crime que deve ser objeto de investigação tanto para o presidente da Casa quanto para o prefeito do município”, questionou o edil.

Diante das denúncias expostas, os cidadãos daquele município exigem uma investigação imediata para apurar as possíveis irregularidades cometidas pelos responsáveis, visando garantir a justiça e a moralidade na administração pública de Várzea.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias