Enfrentamento às drogas no Estado terá reforço com lançamento do programa RN Vida

Uma ação integrada e articulada para atuar no enfrentamento às drogas. Esse é o RN Vida – Não às drogas, programa que será lançado e terá assinatura de acordo de cooperação técnica no dia 9 de agosto, às 15h, no Centro de Convenções de Natal, tendo como partícipes o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Assembleia Legislativa do RN, Ministério Público Estadual, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Tribunal de Justiça do Estado do RN, Polícia Rodoviária Federal e o Departamento da Polícia Federal no RN, entre outros.

O Programa RN Vida vai criar uma rede articulada para enfrentar o uso e o tráfico de drogas no estado. Apoiado em quatro pilares de atuação – prevenção, tratamento, reinserção social do usuário e repressão ao tráfico -, o programa visa ao enfrentamento às drogas congregando as atividades das Secretarias de Estado e entidades parceiras públicas e privadas.

No dia 09, participam do evento: a Governadora do RN, Rosalba Ciarlini; o Presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Ricardo Motta; a Procuradora Geral de Justiça em exercício, Auxiliadora Alcântara; a Presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Desembargadora Judite de Miranda Monte Nunes; a Reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz; o Superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Rosemberg de Medeiros; e o Superintendente do Departamento da Polícia Federal do RN, Marcelo Moselle.

Uma resposta

  1. O Sibito ManjeriCÃO tem um vídeo, repassado pela inteligência SIBITAL, com gravações de Roberto pedindo votos para RUBÃO! E RUBÃO, quando aborda um eleitor de Roberto, diz que ele (RUBÃO) será o único que não trairá o irmão! Bem, de TRAIÇÃO eles entendem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

Mudança de discurso

Acertada a aliança política entre PT e PMDB, os governistas deixariam de ser chamados de “golpistas” e silenciariam os gritos de “fora Temer” por parte

Leia Mais