Em meio à recessão histórica, renováveis tem crescimento galopante

IMG_6199

A depressão econômica que sufoca o Brasil não arrefeceu o investimento em energias renováveis. Em 2016, a produção de energia eólica disparou impressionantes 55,1%.

Os dados fazem parte de um estudo exclusivo feito pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Segundo o relatório, no ano passado os 402 empreendimentos eólicos em operação no Sistema Nacional Elétrico alcançaram 10.221 MW em capacidade instalada, um recorde.

O Rio Grande do Norte é o principal produtor de energia eólica no Brasil. As usinas potiguares produziram 1.206 MW médios no período, aumento de 50% em relação a 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

O humor potiguar

Já circula nas redes sociais um meme que atribui ao Governo do Estado a responsabilidade pelas chuvas que chegam ao Rio Grande do Norte. É

Leia Mais

E para a saúde? Nada?

Para acabar com o déficit atual de 250 mil vagas no sistema penitenciário nacional, seria necessário um investimento de pelo menos R$ 10 bilhões. Os

Leia Mais

Cid, o “louco”

A PM do Ceará é unânime em dizer que Cid Gomes errou ao avançar com uma retroescavadeira contra um quartel tomado por policiais amotinados em

Leia Mais