Em laudo, perito aponta falsificação de assinatura de Allyson Bezerra

Um laudo assinado pelo perito especializado em Grafotécnica, Bruno Francisco Siqueira Silva, apontou que houve sim falsificação de assinaturas em documentos relativos ao então candidato a prefeito de Mossoró Allyson Bezerra (União) nas eleições de 2020.

Bruno é advogado, perito do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª região e do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas.

A perícia foi solicitada pelo vereador Omar Nogueira (PV) que recebeu informações a respeito da falsificação de assinaturas nos documentos da campanha de Allyson e contratou um perito independente e sem relação com a política potiguar para ter segurança sobre o caso.

O perito informa no documento que para chegar a conclusão de que houve falsificação da assinatura do prefeito utilizou scanner, ampliador óptico digital, réguas milimetradas, e diversos outros instrumentos de medição disponíveis inclusive na esfera digital.

Ele comparou as assinaturas de contratos e de cheques.

“Divergências foram encontradas quanto aos ataques, conforme círculos azuis, quando é percebido que na peça exame (fig. 2) existem ataques apoiados, indicando que a caneta encosta na superfície do papel momentos antes do início do traçado, já na peça padrão (fig. 1) os ataques se dão em gancho, indicado pela rápida mudança de direção do traçado durante seu início”, avaliou.

“Já quanto aos remates, conforme círculos laranjas, é possível perceber que na peça exame (fig. 2) os mesmos acontecem sem apoio, indicando que o escritor retira a caneta do papel no momento em que se encerra o traçado, já na peça padrão (fig. 1), os mesmos acontecem em fuga, indicando velocidade”, complementou.

O perito afirma que a mão que falsificou a assinatura de Allyson foi treinada para isso, o que indica ter sido uma ação deliberada. “Desta maneira, concluo, s.m.j., em virtude dos exames grafotécnicos efetuados nas assinaturas contidas nas peças exame (Anexo I), em comparação com as peças padrões fornecidas (Anexo II), que as mesmas, ainda que produzidas pelo mesmo punho caligráfico, NÃO SÃO PROVENIENTES do punho caligráfico do Sr. Alysson Leandro Bezerra Silva. Concluo também que a falsificação se deu de forma exercitada, momento no qual a cópia é treinada ao ponto de ficar, a olho nu, parecida com a original”, avaliou.

O prefeito até o momento está em silêncio sobre mais este escândalo envolvendo seu nome.

Confira o Laudo Grafotécnico AQUI

Blog do Barreto

Uma resposta

  1. Precisava nem de perícia, as assinaturas podem até terem sido feitas pela mesma mão; mas são nitidamente diferentes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias