Categoria: Educação

Braços cruzados: Aula presencial na rede estadual do RN só retorna em 04 de outubro, diz Sindicato

As negociações do SINTE/RN com o Governo do Estado e a ação ganha pelo Sindicato no Supremo Tribunal Federal (STF) vão garantir aos profissionais da educação que o retorno obrigatório ao trabalho presencial ocorra a partir de 4 de outubro.

Segundo dados da Secretaria de Saúde (Sesap), mais de 90% dos trabalhadores e trabalhadoras em Educação já terão tomado a segunda dose da vacina até o dia 15 de setembro. Dessa forma, em 04 de outubro a categoria estará com a imunização contra a Covid-19 completa. Situações individuais deverão ser encaminhadas aos Gestores Escolares que, por sua vez, devem comunicar aos superiores imediatos.

As novas regras do retorno às atividades presenciais estão descritas na portaria 250/2021, publicada na edição de hoje (17/08) do Diário Oficial do Estado.

Com a conclusão deste processo, a direção do SINTE já solicitou audiência com a SEEC para tratar da pauta funcional da categoria. Nesse sentido, promoções e progressões, reajuste do Piso 2022, carreira dos funcionários de escola e auxílio técnico-financeiro para trabalho remoto são alguns dos pontos de pauta.

Fátima tem 400 milhões para moldar a cara do seu Governo

Primeira profissional do ensino a conquistar o Governo do RN, Fátima Bezerra chegou lá como “mãe” dos IFRNs, programa iniciado no Governo Lula e implantados até o Governo Temer, está com R$ 400 milhões ouvindo a história, para construir e instalar – até o próximo ano – 12 unidades da versão estadual, no programa Nova Escola.

Ela sonha que esta seja a cara desse seu primeiro mandato.

Recursos Federais foram transferidos para os Estados, cumprindo determinação do STF.

Com estes recursos Fátima pretende implantar o seu programa estadual cobrindo todo o RN, com força suficiente para apagar a má impressão deixada pelo estado na gestão das escolas estaduais, depois de fechadas 15 meses, por conta da Pandemia, sem terem tido uma manutenção digna de um comando profissional de ensino.

Roda Viva

Pra quê gastar R$ 1,1 milhão para a Prefeitura de Macaíba (RN) bancar o Transporte Escolar se não tem aulas?

O Secretário de Educação do RN, Getúlio Marques Ferreira, atendendo ordens da Governadora Fátima Boku’s Bezerra, autorizou o repasse de R$ 1.171.716,00 para a Prefeitura de Macaíba (RN), com o objetivo de assegurar aos alunos da Rede Estadual o Transporte Escolar no Município, cuja vigência vai de 04/08 a 31/12/2021.

Se as Escolas Estaduais não estão funcionando por falta de estrutura e por causa da Pandemia do COVID-19, como é possível transportar esses estudantes para as Unidades Educacionais sucateadas? É somente uma pergunta.

Timbaúba dos Batistas (RN) é o primeiro município do Seridó Ocidental a receber o selo do Projeto de Bio Prevenção das escolas

Na manhã desta quarta-feira (04) as escolas municipais de Timbaúba dos Batistas (RN) receberam a certificação e selos do Projeto de Bio Prevenção, executado em parceria com a Prefeitura Municipal, Secretaria de Educação, SEBRAE e SESI/RN. Foram contempladas as escolas, Unidade de Ensino Infantil Eridimar Batista de Azevedo e Escola de Ensino Fundamental Paulino Batista de Araújo.

O gerente do SEBRAE, Pedrinho, destacou que as escolas atenderam todas as expectativas do projeto, e cumpriram 100% os parâmetros de segurança e bio prevenção. Timbaúba dos Batistas foi o primeiro município da região a receber os selos.

MP afirma que decisão de Ministro do STF não impede retorno imediato das aulas presenciais no RN

Nota de Esclarecimento

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (RN) (DPE/RN) esclarecem que a decisão do ministro relator Alexandre de Moraes, do STF, sobre o Plano de Retomada Gradual das Atividades da Rede Estadual de Ensino do RN não impede a retomada imediata das aulas no modelo presencial. Ela apenas reformou parcialmente a decisão do Juízo da 2ª Vara da Fazenda Pública de Natal, mantendo as fases e lapsos temporais estabelecidos no plano de retomada das aulas da rede estadual de ensino, que permanece em vigor.

Da mesma forma, a decisão é direcionada única e exclusivamente às aulas na rede estadual de ensino, não atingindo, dessa forma, as redes municipais, que devem manter seus planos de retomada já estabelecidos.

O MPRN e a DPE reafirmam a necessidade de continuação do processo de retomada das aulas presenciais de forma híbrida, gradual e facultativa para todas as instituições de ensino, públicas e privadas, estaduais e municipais, como forma de assegurar o direito fundamental à educação.

Vagabundagem: Professores não querem voltar às salas de aulas no RN

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (SINTE-RN), conseguiu no Supremo Tribunal Federal (STF) derrubar a decisão que determinava o retorno imediato das aulas presenciais no Rio Grande do Norte (RN).

Com a decisão as aulas da rede estadual de ensino voltarão a ser remotas.

O Ministro que proferiu a decisão foi Alexandre de Morais. Será que o Estado vai recorrer de novo? É somente uma pergunta.

Mesmo fechadas 1 ano e 4 meses, escolas estaduais do RN não conseguem laudo dos bombeiros para funcionar

Na volta às aulas presenciais, depois de quase 14 meses, apenas 20 das 615 escolas de toda a rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte possuem o Atestado de Vistoria do Corpo de Bombeiros, documento que comprova a regularidade de um determinado empreendimento em relação ao combate e prevenção de incêndios. O número corresponde a 3% de toda a rede estadual. A ausência desse documento não impede a escola de funcionar. A volta dos alunos para as salas de aula alcança 595 das 615 escolas, que funcionarão com 30% das turmas.

O Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (ACVB) é um documento emitido pelo órgão certificando que, durante a vistoria, a edificação possui as condições de segurança contra incêndio previstas pela legislação. Toda empresa, estabelecimento, indústria e prédios residenciais são obrigados a ter o documento. Caso não possuam o AVCB, os espaços ficam sujeitos a interdições por parte do CBM em eventuais vistorias.

Mesmo após 15 meses de suspensão, nem todas as escolas da rede estadual retomaram as aulas presenciais nesta segunda-feira (26)

Mesmo após 15 meses de suspensão das atividades presenciais por conta da Pandemia da Covid-19, nem todos os estudantes das escolas da rede pública estadual do Rio Grande do Norte (RN) puderam retornar às salas de aula nesta segunda-feira (26).

A Secretaria Estadual de Educação informou que cerca de 15 escolas estão ainda em reforma e que mais de 200 precisaram ser reformadas nesta pandemia e, por conta disso, não houve tempo para concluir até esta segunda-feira, segundo reportagem da Tribuna do Norte. A expectativa, de acordo com a secretaria, é que o problema se resolva ainda nesta semana.

As aulas da rede estadual haviam sido interrompidas no dia 18 de março de 2020. O primeiro dia de reabertura, segundo o protocolo estadual de retomada das aulas, previa aulas para turmas do 1º ao 5º ano do ensino fundamental e 3ª série do ensino médio.

TN

Senadora Zenaide se reúne com diretoria do IFRN

A Senadora Zenaide Maia se reuniu com o reitor do IFRN, professor Arnóbio de Araújo Filho, e parte do seu corpo técnico e diretores dos 22 Campi de todo o Estado.

A reunião aconteceu nesta quarta-feira de forma mista, parte presencial e parte virtual, onde o professor Arnóbio e sua equipe, fizeram um balanço dos R$ 11 milhões destinados, através do mandato da senadora, no ano de 2020, além de todos os avanços conquistados pela instituição ao longo dos anos.

Na ocasião, também foi discutido a necessidade de novos investimentos e a destinação de novas emendas parlamentares destinadas pela senadora para custeio e novos projetos do IFRN, sobretudo projetos destinados a portadores de necessidades especiais e acessibilidade.

(mais…)

Ministro quer a volta das aulas presenciais. Sinte (RN) não

O Ministro da Educação, Milton Ribeiro, defendeu o retorno dos estudantes às aulas presenciais nas escolas. Ribeiro fez um pronunciamento em rede nacional de rádio e TV na noite desta terça-feira (20) e afirmou que a medida não pode ser mais adiada.

PS: O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (RN)- SINTE – (RN) caminha em sentido contrário e defende que os professores fiquem em casa. Por iniciativa própria muitos já voltaram às salas de aula.

Parabéns aos professores que não deram ouvidos a “malandragem” que o Sinte (RN) queria e voltaram às salas de aula

Após um ano e quatro meses de suspensão das atividades presenciais, as escolas da rede estadual de ensino reabriram nesta segunda-feira (19) no Rio Grande do Norte (RN). Até a próxima sexta-feira (23), as unidades de ensino vão receber professores e demais trabalhadores da educação para planejar a retomada dos alunos ao ensino presencial – que está previsto para segunda-feira (26).

No primeiro dia da retomada, os educadores compareceram em massa às escolas. Segundo a Secretaria Estadual de Educação (Seec), não há um levantamento oficial sobre a taxa de comparecimento ou ausência, mas é possível afirmar que a grande maioria dos educadores foi às unidades de ensino, ignorando a recomendação do sindicato da categoria (o Sinte), que é contra a volta às aulas neste momento.

98 FM Natal (RN)

PS: O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (RN) (Sinte (RN)) se posicionou contra o retorno dos professores às salas de aulas.

Sinte (RN) orienta professores estaduais a continuarem na malandragem

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte-RN) solicitou aos professores da rede estadual de ensino para que sigam apenas em atividades remotas até que se cumpra o esquema vacinal de todos os funcionários da Educação do Estado.

Não quer ninguém em sala de aula.

Vamos trabalhar malandragem: Desembargador proíbe greve dos professores em Natal (RN)

O desembargador Amaury Moura decidiu na noite desta sexta-feira (16) pela proibição da greve dos professores da rede municipal de ensino de Natal (RN).

Em caso de descumprimento por parte do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, uma multa diária de R$ 10 mil.

O pleito foi feito pelo Município de Natal (RN).

PS: Vamos trabalhar malandragem! Essa conversa de dizer que fica em casa e ganhando dinheiro sem fazer nada não dá. Mas… participar de aglomeração pode. Com bandeira na mão #Fora Bolsonaro.

Tudo combinado entre Fátima Bezerra e os professores para não voltar às aulas

A segunda dose da vacina para os professores vai acontecer em setembro. Daí + 21 dias…. Chega outubro. Resumindo… o ano acabou… e morreu Maria Preá.

Enquanto isso supermercados e as indústrias não fecharam. A pergunta que não quer calar: Por que Fátima Bezerra não aplicou a vacina Janssen nós professores? É somente uma pergunta.

… Que todo mundo sabe da resposta: Tudo combinado.

PS: Vocês já imaginaram quanto o Governo do Estado está lucrando (economizando) com as escolas fechadas? Não! Pois bem: Energia, material de expediente, água, limpeza… até o papel higiênico. Toda essa economia fica com gestão de Fátima. Se os professores não estão com pressa para voltar às salas de aula, imagine ela. Né não?… como diz Mução.

Professores do RN não querem trabalhar

Em assembleia virtual do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (RN) (SINTE-RN), na manhã desta sexta-feira (16), foi decidido pela manutenção do trabalho remoto.

A orientação do Sindicato a todos os profissionais da educação é a de não atender ao chamado da Secretaria Estadual de Educação para o retorno presencial na segunda-feira (19).

A categoria só aceita o trabalho presencial após a imunização com as duas doses da vacina contra a Covid-19 dos profissionais da educação.

Vão trabalhar! Secretário diz que tomará “providências legais” se professores do RN não comparecerem ao trabalho

O secretário estadual de Educação Getúlio Marques confirmou para a próxima segunda-feira (19) a retomada das aulas presenciais de forma gradual na rede pública do RN, apesar da posição do sindicato dos trabalhadores da educação (Sinte-RN), que só quer retornar às escolas após todos os trabalhadores completarem o esquema vacinal com duas doses do imunizante contra a Covid-19.

Em entrevista ao Hora Extra da Notícia (91.9 FM) nesta quinta-feira (15) o secretário afirmou que, caso o sindicato seja irredutível, está disposto a tomar “providências legais” para garantir o retorno dos professores ao trabalho.

“É o momento agora, numa situação muito mais confortável, de a gente dar esse retorno. É um apelo, mas compreendendo, respeitando, não concordando e caso a maioria dos professores entenda que não é hora de voltar nós vamos, como secretário, tomar as providências legais”, disse Getúlio Marques na entrevista.

(mais…)

Professores da rede municipal de Natal (RN) mantêm indicativo de greve e defendem continuidade das aulas em formato exclusivamente remoto

Em assembleia virtual realizada nesta quarta-feira (14), educadores de Natal (RN) debateram o movimento grevista na Rede Municipal de Ensino. A discussão foi coordenada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (RN) (Sinte/ RN) e professores deliberaram por manter o indicativo de greve na capital e transferir a deflagração para 28 de julho, com paralisação de todas as atividades nos dias 16, 21 e 26 de julho.

A nova data prevista para início da greve considera o calendário letivo do município que prevê o retorno do ensino fundamental para o final do mês. Desse modo, a categoria voltará a se reunir em assembleia na quarta-feira (28).

Os trabalhadores discutiram ainda temas como como a carga suplementar; a deficiência de estrutura de algumas escolas, com falta de abastecimento de água e insegurança sanitária; a imunização contra a covid-19; e o descumprimento da Lei do Piso em Natal.

A categoria mais uma vez defendeu a continuidade das aulas em formato exclusivamente remoto, considerando a necessidade de completar o ciclo de imunização contra a covid, após as duas doses das vacinas, para que ocorra o retorno presencial.

Saiba Mais

A “grosseria” de Fábio Faria

O Presidente Jair Bolsonaro está fazendo escola. Consta que o Ministro das Comunicações Fábio Faria ficou irritado com um jornalista durante entrevista na 98 FM e foi “grosso” com o entrevistador. Não gostou da pergunta feita e disse que ele defendia o Governo de Fátima Bezerra, era desinformado e não sabia perguntar.

SINTE (RN) não quer voltar das aulas presenciais no RN e recorre a justiça

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (RN) (Sinte/RN) vai recorrer da decisão do juiz Artur Cortez Bonifácio, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Natal (RN), que determinou no último domingo (11) o retorno das aulas presenciais na rede pública estadual de ensino. O Sinte (RN) pede a completude da imunização contra a Covid-19 dos profissionais da categoria para voltar às atividades em sala de aula.

A Secretaria Estadual de Educação e Cultura (SEEC) informou nesta segunda-feira (12) que vai acatar a decisão e as atividades nas escolas públicas devem ser retomadas a partir do próximo dia 19. Em Natal (RN), o calendário escolar está definido e mantido para que as aulas presenciais comecem a retornar nesta quarta-feira (14), mesmo com a ameaça de greve por parte dos professores da rede municipal. As aulas presenciais estão suspensas na rede pública de ensino do RN desde o dia 17 de março de 2020.

De acordo com a coordenadora geral do Sinte (RN), Fátima Cardoso, o departamento jurídico do sindicato irá se mobilizar assim que for notificado da decisão. “É uma decisão que podemos recorrer e vamos recorrer, uma vez que não existe a imunização dos trabalhadores em educação, se a gente tivesse a imunização, o momento estava propício para voltar. Vamos continuar as atividades remotas e vamos aguardar a imunização para poder retornar presencialmente”, comentou. Essa posição já havia sido anunciada na semana passada.

TN

Sinte (RN): #Issosim!

O SINTE (RN) era para reclamar da Governadora Fátima Bezerra o porquê de há anos os funcionários da educação não terem aumento salarial. Isso sim! E deveriam voltar às salas de aulas.

Enquanto isso os professores do RN…

Manifesto assinado por UNICEF, UNESCO e OPAS/OMS destaca indícios de melhora nos números da Pandemia e destaca a urgência e necessidade de reabertura das escolas para garantir direitos de crianças e adolescentes.

Mas…

Os professores do Rio Grande do Norte (RN) não querem a reabertura das escolas não!

Nota de Sindicato dos Professores contra Tomba Farias é fantasiosa

NOTA:

O SINTE/RN repudia as declarações do deputado estadual Tomba Farias (PSDB/RN). Recentemente, no plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (RN), o parlamentar disse que os “professores estão em férias” desde o início da pandemia da Covid-19. Ou seja, afirmou que os trabalhadores em educação estão recebendo seus salários sem prestar qualquer serviço. Essa afirmação irresponsável ofendeu toda uma classe que está acostumada a lutar muito para conseguir trabalhar ao mesmo tempo em que sofre ataques levianos.

Tomba Farias faz parte do time que desconhece ou propositalmente fecha os olhos para a situação dos professores. No conforto do seu gabinete, o Deputado possivelmente está desconectado da realidade. Afinal, não sabe que os educadores estão trabalhando, e muito, mais até do que em tempos normais. Todos os dias, sem horário certo para encerrar suas atividades, os professores estão sendo submetidos a uma rotina cansativa, que envolve preparação de planos de aulas, aulas remotas, correções de trabalhos e provas, reuniões virtuais, cobranças das direções das escolas e secretarias, enfim. Não por acaso o convívio familiar e até a saúde de muitos sofreram abalos.

E esses profissionais não contam com qualquer apoio de nenhuma secretaria de educação. Tiram dinheiro do próprio salário para custear a internet e dispositivos que utilizam diariamente, como celular, notebook, computador, microfone, entre outros. Muitas vezes nos finais de semana são obrigados a sacrificar a folga para prestar atendimento virtual aos estudantes e pais. Ao contrário de alguns, os professores não fingem trabalhar. Historicamente atuam com muita responsabilidade, e não seria diferente em plena Pandemia.

No entanto, quando as negociações se esgotam é preciso sim chamar uma greve. Está na Constituição Federal de 1988. Hoje, como se sabe, talvez seja necessário decretar um movimento grevista. Mas em defesa da vida, pois reivindicamos voltar ao trabalho presencial após a segunda dose da vacina contra a Covid-19, fechando o ciclo de imunização. Na Rede Municipal de Natal há um fator agravante, que é a não atualização do Piso Salarial 2020, cobrada há 16 meses pelo SINTE/RN. E não é imoral ou ilegal exigir um direito garantido pela lei.

Portanto, diante da fala absurda, o SINTE/RN convida o deputado Tomba Farias para conhecer a realidade dos professores de perto. Assumir, mesmo que por 24 horas, a imensa responsabilidade que os trabalhadores em educação têm. Talvez, quem sabe, o parlamentar aprenda a valorizar a nossa categoria, que tanto faz para educar os filhos da classe trabalhadora, mesmo que muitas vezes em silêncio e sem qualquer reconhecimento, simbólico ou salarial.

PS: Nota meramente fantasiosa. Não corresponde com a realidade. Não são todos os professores que estão trabalhando. Muitas informações Fake News. Pagar Internet, por exemplo! Ora! Todo tem internet em casa. Bobagem.

Tomba quer professores trabalhando. Isolda quer vagabundando

Do deputado estadual Tomba Faria durante sessão na Assembleia Legislativa sobre a greve dos professores:

“Greve de quê? Estão em férias há 1 ano e 9 meses. Há um ano 1 nove meses que não tem aula no Rio Grande do Norte (RN)”.

Rebate da deputada estadual Isolda Dantas:

“O retorno das aulas precisa ser de forma segura. Porque não esperar a segunda dose da vacina. Nós temos obrigação de continuar seguindo a ciência”.

PS: Grande parcela dos professores não podem dar aula, mas pode se aglomerar em manifestações e curtir a vida normalmente. Não tem nada de #fique em casa.

Isolda defende retorno de aulas somente após segunda dose dos professores; Tomba quer retorno imediato

Na sessão ordinária da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (07), a volta ou não das aulas presenciais foi tema de debate entre deputados.

A deputada Isolda Dantas (PT) foi a terceira a ocupar o horário dos deputados e destacou a importância do trabalho desenvolvido pelos professores durante a Pandemia. “Como presidente da Comissão de Educação desta Casa, tenho que ser justa com essa classe, que transformaram suas casas em sala de aula e que com a Pandemia passaram a trabalhar muito mais”, frisou.

De acordo com Isolda, o momento mais seguro para a volta às aulas seria logo após a aplicação da segunda dose da vacina em toda classe de trabalhadores da educação. “O retorno das aulas precisa ser de forma segura. Porque não esperar a segunda dose da vacina. Nós temos obrigação de continuar seguindo a ciência. Nós estamos aqui para dizer aos profissionais da educação muito obrigada”, comentou.

Já o deputado Tomba Farias (PSDB) defendeu o retorno das aulas presenciais. “Eu sou cobrado diariamente pelas mães de família que não sabem mais o que fazer com seus filhos em casa”, finalizou.

É muita malandragem

Era só o que faltava. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (SINTE) ameaça só voltar as aulas presenciais na Rede Estadual com a segunda dose da vacina no braço, segundo o Site Tribuna da Justiça.

É muita malandragem. Dinheiro no bolso e a narrativa do #fique em casa é um filé. Pra eles. Pois, vivem se aglomerando nas ruas, principalmente, nas manifestações contra Bolsonaro.

Sombra e água fresca. Agora esperar a segunda dose. A primeira já foi. Só daqui a noventa dias.

Mesmo diante da posição do sindicato, o Governo do Estado frisou que irá manter um calendário para o retorno das aulas, que está marcado para o dia 19 de julho, de forma gradual, seguindo um planejamento que foi apresentado à Justiça.

Professores de Natal (RN) querem continuar na vagabundagem

O blogue do Xerife volta a comentar. Grande parte dos professores não querem trabalhar de jeito nenhum. Querem permanecer na vagabundagem. Sem dar um prego numa barra de sabão. Recebendo salários em dia e com a narrativa que “estamos em casa”. É mentira! Estão na farra e se aglomerando com um punhado de gato pingado nas badernas de ruas contra Bolsonaro.

Agora que estão com a vacina no braço e às vésperas do retorno às aulas em Natal (RN) estão INVENTANDO mais um indicativo de greve debaixo das ordens do SINTE (RN).

PS: Leia nota mais abaixo.

Aulas presenciais vão retornar em Natal (RN)

As aulas presenciais nas escolas municipais de Natal (RN) vão retornar no próximo dia 7 de julho. Isso é o que prevê a Secretaria Municipal de Educação (SME). A data marca o início de ano letivo de 2021 e a pasta programa que pelo menos um dos níveis de educação, a pré-escola, já volte às atividades nas unidades de forma gradual.

Enem 2021 abre inscrições nesta quarta-feira (30)

  • O prazo termina em 14 de julho, e as provas serão realizadas em 21 e 28 de novembro.

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 abrem nesta quarta-feira, 30 de junho. O prazo termina em 14 de julho, e as provas serão realizadas em 21 e 28 de novembro.

A taxa de inscrição é de R$ 85 e deve ser paga por aqueles que não estão isentos, por meio de Guia de Recolhimento da União. Os resultados finais das solicitações de isenção foram divulgados pelo Inep, no dia 25 de junho, e estão disponíveis na Página do Participante.

Prefeito de Caicó (RN) cede 16 professores para Municípios do Seridó

Através de Portarias, publicadas no Diário Oficial da FEMURN, o prefeito Judas Tadeu da cidade de Caicó (RN), cedeu 16 professores e 03 ASGs, lotados na Secretaria de Educação para os Municípios abaixo relacionados:

JUCURUTU (RN) – Professores – Maria da Conceição Justino de Medeiros, Júlia Souza Lopes, Maguilon Soares Gomes, Roberlândia Araújo da Silva, Alexandre Araújo de Medeiros, Markison José de Lira e Janaína de Lima Pereira.

SÃO JOÃO DO SABUGI (RN) – Professoras – Josicleide Garcia de Medeiros Lucena, Deuzilene da Nóbrega Costa e a ASG – Wigna Alves

JARDIM DE PIRANHAS (RN) – Professoras – Gedeane Cavalcanti Santiago Santos, Fabiana Maria da Silva Alves, Maria de Lourdes Araújo Santos, Sandra Maria Bezerra Filha e Alezângela de Fátima de Jesus Bento.

SERRA NEGRA DO NORTE (RN) – Professor – José Geraldo Ramalho Medeiros

SÃO JOSÉ DO SERIDÓ (RN) – Professora – Ana Lygia de Figueiredo Pereira Diniz

SÃO FERNANDO (RN) – ASG – Maria José de Medeiros

JARDIM DO SERIDÓ (RN) – ASG – Lucinete Pereira Dias

Vai faltar gente pra ensinar na Rainha do Seridó.

Educandário Santa Terezinha orgulha Caicó (RN) e não permite politicagem com a vacina, diferentemente do CDS; Confira

Logo que soube que os administradores das Mídias Sociais do Educandário Santa Terezinha de Caicó (RN) estavam usando suas Redes para proliferar a divisão entre pais e alunos do estabelecimento com postagem de professores do local fazendo politicagem com a vacina, a direção da escola tomou uma atitude sensata e mandou que que fossem todas retiradas imediatamente e se responsabilizou em cobrar providências.

Eis a nota de RETRATAÇÂO publicada pela direção do Educandário Santa Terezinha de Caicó (RN):

Diferentemente da atitude tomada pelo Diretor do Colégio Diocesano Seridoense (CDS), Padre Costa, que fez politicagem com a vacina dividindo pais e alunos do educandário, conforme matéria postada no blogue do Xerife. Clique no link: https://robsonpiresxerife.com/vergonha-na-igreja-de-caico-rn-padre-que-dirige-o-cds-faz-politicagem-com-a-vacina/

Posts Recentes

Posts Recentes

setembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias