Category: Educação

Lista tríplice com resultado da eleição da Uern é entregue à governadora

A reitora da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (RN) (Uern), Fátima Raquel Morais, entregou nesta quinta-feira (10) a lista tríplice elaborada pelo Conselho Universitário para os próximos gestores da Universidade à governadora e chanceler da Uern, Fátima Bezerra. Acompanharam a reitora na solenidade, Cicília Maia e Chico Dantas, os primeiros colocados na consulta à comunidade acadêmica, em 10 de maio. 

A governadora garantiu que irá respeitar a decisão da comunidade acadêmica e nomear os primeiros colocados na consulta. Ela também afirmou que a nomeação será publicada na edição do Diário Oficial desta sexta-feira (11). 

“Democracia é o respeito à vontade da maioria. E o nosso compromisso é que essa seja a última vez que a Uern vem ao Governo do Estado entregar uma lista tríplice. Já está em tramitação na Assembleia Legislativa o projeto de lei para acabar com a lista tríplice na Universidade”, afirmou a governadora, reiterando seu compromisso também com a autonomia financeira da Uern e com o plano de cargos e salários dos servidores. 

A reitora Fátima Raquel destacou o momento histórico para a Universidade, com a eleição de Cicília Maia e Chico Dantas em primeiro lugar nos segmentos docente, técnico e discente. “Pela primeira vez, realizamos uma eleição virtual e esse resultado aumenta a responsabilidade de Cicília e Chico em relação à nossa comunidade acadêmica. Só temos a agradecer à governadora pelo apoio que sempre deu à Uern”. 

(mais…)

Advogados potiguares assinam artigo em publicação nacional sobre Direito de Energia Elétrica

“A dupla incidência de PIS-Cofins sobre encargos setoriais: entre a legalidade e a modicidade tarifária”. Esse é o título do artigo assinado pelos advogados potiguares Abraão Lopes e José Rossiter no livro “Temas Relevantes no direito de Energia Elétrica”.

A obra, de repercussão nacional, foi lançada pela editora Synergia e teve como coordenador o jurista Fábio Amorim da Rocha. No artigo, os dois advogados potiguares observam que o preço final da energia elétrica é impactado por custos diretos e indiretos que terminam por repercutir no grau de acessibilidade desse importante bem da vida. “Considerando que a tributação deve estar harmonizada com a prestação otimizada dos serviços públicos, evitando a oneração em demasia do consumidor e da cadeia produtiva, essencial é deslindar o sentido do princípio da modicidade tarifária, aplicável aos serviços públicos. Antes, porém, necessário é compreender o sentido de serviço público”, diz um trecho do artigo.

Prefeito de Caicó (RN) tem medo dos professores que não querem trabalhar

O Prefeito de Caicó (RN), Dr Judas Tadeu, que está sendo rotulado de autoritário pela maneira como administra o Município, disse que vai baixar um decreto autorizando o retorno das aulas presenciais para as escolas da Rede Privada.

E as escolas da Rede Pública? Não voltam porquê? É somente uma pergunta.

Já sei! É que ele tem medo do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN (SINTE) controlado por dirigentes petistas que é contra o retorno dos professores às salas de aulas.

Os mesmos professores que vivem aglomerações de diversas formas. Entre elas, a de sábado (29) passado contra o Presidente Jair Bolsonaro. Sem contar as festinhas particulares.

Grande parte quer ficar na malandragem. Enquanto outros querem trabalha.

Prefeito de Caicó (RN) vai liberar aulas presenciais

Em reunião com diretores de escolas privadas o prefeito de Caicó (RN), Dr. Judas Tadeu decidiu que o Município deve publicar, até o final desta semana um novo decreto disciplinando as aulas presenciais nas escolas particulares de Caicó (RN).

De acordo com Tadeu houve consenso de que a partir da próxima segunda-feira (07) as aulas presenciais estão permitidas na educação infantil até o quinto ano, e na 3ª série do ensino médio das escolas particulares.

Professores do RN na malandragem e aglomerando. Aula não!

Ninguém sabe quando, mas a volta às aulas no Rio Grande do Norte (RN) será orientada pelo tal Comitê Científico do RN (ninguém sabe quem é ou quem são), declarou a Governadora, Fátima Bezerra.

Do jeito que “um bocado” de professores malandros, preguiçosos e que não querem trabalhar deseja.

Na manifestação de ontem (29) contra Bolsonaro – fracassada em Natal (RN) – tinha vários deles por lá.

Aglomerar pode, dá aula não! O discurso é ficar em casa. Na prática não!

Ministério da Saúde define ordem de imunização de trabalhadores da Educação

O Ministério da Saúde definiu, em nota técnica emitida nesta sexta-feira (28), a ordem de prioridade para vacinação de trabalhadores da Educação. A pasta também autorizou a vacinação de pessoas fora dos grupos prioritários, com idades entre 18 e 59 anos, após esta etapa. (Veja mais abaixo como fica a ordem geral da vacinação).

Conforme o documento, professores de creches e pré-escolas deverão ser os primeiros da fila, e os da educação superior, os últimos (veja ordem mais abaixo). Segundo a assessoria do ministério, serão incluídos todos os profissionais que trabalham na Educação, não somente professores – como os da faxina, portaria e manutenção.

Para as pessoas fora dos grupos prioritários com idade entre 18 e 59 anos, a vacinação deverá ocorrer em ordem decrescente de idade, ou seja: primeiro as mais velhas, depois as mais novas.

A imunização dos grupos não prioritários deverá acontecer ao mesmo tempo em que ocorre a vacinação dos grupos prioritários que vêm depois dos professores. Os profissionais da Educação são o 18º e o 19º grupos prioritários da imunização, conforme a edição mais recente do Plano Nacional de Operacionalização (PNO) da vacinação contra a Covid-19.

Vacinação da Educação: veja ordem de prioridade conforme nível de ensino

  1. Creches
  2. Pré-escolas
  3. Ensino fundamental
  4. Ensino médio
  5. Ensino profissionalizante
  6. Educação de jovens e adultos (EJA)
  7. Ensino superior (grupo prioritário nº 19)

Na nota desta sexta (28), o ministério considera que, como estados e municípios vêm relatando pouca demanda em alguns grupos do plano, ficou decidido, em uma reunião de quinta-feira (27), que a vacinação dos trabalhadores de Educação poderia ser antecipada.

“A jusficativa para a antecipação da vacinação deste grupo diz respeito aos importantes impactos sociais ocasionados pela covid-19 na educação infantil com a necessidade de volta às aulas presenciais. Estes impactos seguramente estão sendo mais importantes justamente nos grupos sociais menos favorecidos”, diz o texto.

A nota afirma ainda que “as creches e escolas contribuem não apenas para a educação, mas também para a segurança alimentar das crianças, cumprindo ainda outras atribuições sociais importantes”, acrescenta a nota.

O documento considera, também, que o ambiente escolar traz “elevado risco de exposição a vírus respiratórios aos trabalhadores da educação”. O texto é assinado pela coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Francieli Fantinato, e Laurício Cruz, diretor do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis.

O documento diz que as doses serão enviadas da seguinte forma:

Parte das doses será destinada aos grupos 14 a 17, cuja vacinação já está ocorrendo:

  • grupo 14: pessoas com comorbidades e gestantes e puérperas com comorbidades;
  • grupo 15: pessoas com deficiência permanente (18 a 59 anos) sem cadastro no BPC;
  • grupo 16: pessoas em situação de rua (18 a 59 anos);
  • grupo 17: funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade.

Conforme a determinação da nota, parte das doses será, agora, destinada aos trabalhadores de Educação, que serão imunizados na ordem da lista mais acima (grupos 18 e 19).

Depois que os professores forem vacinados, as pessoas de 18 a 59 anos que não se encaixam em nenhum grupo prioritário poderão receber a vacina.

A vacinação desse grupo será feita ao mesmo tempo em que a dos grupos prioritários que vêm depois dos professores, que são:

  • grupo 20: forças de segurança e salvamento e Forças Armadas (na 11ª etapa da Campanha iniciou-se a vacinação escalonada desses trabalhadores, restrita aos profissionais envolvidos nas ações de combate à Covid-19);
  • grupo 21: trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros
  • grupo 22: trabalhadores de transporte metroviário e ferroviário
  • grupo 23: trabalhadores de transporte aéreo
  • grupo 24: trabalhadores de transporte aquaviário
  • grupo 25: caminhoneiros
  • grupo 26: trabalhadores portuários
  • grupo 27: trabalhadores industriais
  • grupo 28: trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos

Autonomia de Estados e Municípios

A nota ressalta, ainda, que “a estratégia organizacional das ações de vacinação é de responsabilidade das três esferas de gestão do SUS”.

A vacinação em paralelo de grupos prioritários e não prioritários, por idade decrescente, já está ocorrendo em algumas cidades e estados do país. A prefeitura de Natal afirmou que vai começar a imunização de pessoas com 59 anos sem comorbidades a partir da próxima remessa de vacinas.

G1

Fátima Bezerra fala emocionada sobre vacinação para educadores; saiba como no vídeo abaixo

  • Fátima Bezerra confirma no Twitter a vacinação para os trabalhadores da Educação do Ensino Básico e Superior, das Redes Pública e Privada.

VEJA:

TRF-5 suspende vacinação contra Covid-19 de professores em João Pessoa (RN)

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) determinou a suspensão da vacinação contra Covid-19 para trabalhadores da educação no município de João Pessoa (PB), na Paraíba. A decisão atendeu um pedido do Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria Regional da República (PRR) em Recife.

De acordo com a nova decisão da Justiça, desta segunda-feira (24), a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PB) deve seguir a decisão de primeira instância, da  3ª Vara Federal da Paraíba (PB), do último dia 14 de maio, proferida a partir de ação civil pública ajuizada pelo MPF e Ministério Público da Paraíba (MP/PB), por meio da Promotoria da Saúde com atribuições na Atenção Básica. 

A vacinação deverá manter a ordem de prioridade do Programa Nacional de Imunizações (PNI) em João Pessoa, com relação à vacinação contra a covid-19. Segundo o PNI, é preciso garantir a imunização de 90% de cada grupo prioritário antes de avançar para outros grupos.

“Penso que deve pairar em todo o território brasileiro uma uniformização de metas a declinar as pessoas a serem vacinadas, quer pela idade, quer pela profissão, quer pelas comorbidades, a partir do referido Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19, evitando-se, mesmo com as melhores as intenções, a colocação na fila de pessoas que não constem do supramencionado Plano Nacional”, frisa o desembargador do TRF na nova decisão, que indeferiu dois pedidos formulados pela prefeitura da capital.

(mais…)

A malandragem continua

Sindicalistas que não se acanham de defender a preservação de regalias e privilégios no serviço público, agora estão alegando que os professores não têm como de voltar às salas de aulas por causa das condições precárias em que muitas se encontram às escolas.

É uma malandragem.

Justiça suspende vacinação de professores em João Pessoa (PB)

A Justiça Federal suspendeu a vacinação contra Covid-19 para professores em João Pessoa (PB), prevista para este fim de semana. A decisão foi dada em acolhimento ao pedido do Ministério Público da Paraíba (MPPB) para que fosse respeitada a fila de grupos prioritários do Plano Nacional de Imunização, segundo informações obtidas pelo ClickPB. De acordo com a decisão, os trabalhadores da educação deverão ser vacinados logo após as pessoas em situação de rua, da população carcerária e funcionários do sistema prisional.

Professores da Rede Pública não vão ser solidários?

A comissão formada pela Secretaria Saúde Pública-RN, a Sesap e o COSEMS-RN (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN) aprovou a prioridade da imunização para profissionais da educação da Rede Pública. Aqueles que atuam na Rede Privada ficarão para depois. Não é imoral um negócio desse?

Os professores e demais profissionais que atuam na Rede Pública valem mais do que aqueles que trabalham na Rede Privada? É somente uma pergunta.

Com a palavra a Governadora do Rio Grande do Norte (RN) Fátima Bezerra.

PS: os professores da Rede Pública estão com o “rabo dentro das pernas” e não vão fazer nada para que seus colegas sejam incluídos? Vão ficar de braços cruzados?

Pronto! Professores serão vacinados no RN. A “malandragem” vai acabar. Será?

A previsão da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) é de que a vacinação para os professores do Rio Grande do Norte (RN) seja iniciada na segunda-feira, 24 de maio.

Pronto! Agora vamos ver se não acaba com essa malandragem de ficar em casa sentado e com as pernas pra cima… fora das salas de aulas… e recebendo os salários com a cara. Sem trabalhar…

Porém…

Já tem gente falando que só volta ao trabalho quando Fátima Bezerra “recuperar” as escolas que estão “sucateadas”. Aí é vagabundagem mesmo de alguns que não querem dar um prego numa barra de sabão.

PS: Só lembrando. Os motoristas de ônibus e outras categorias não serão imunizadas agora. Os sindicatos deveria mandar a categoria parar. Como o SINTE (RN) faz com os professores.

Proprietária da UnP, Rede Laureate é vendida ao Grupo Ânima por R$ 4,6 bilhões

A Ânima Educação, uma das principais organizações educacionais particulares de ensino superior do País, anuncia aquisição de todos os ativos brasileiros do Grupo Norte-Americano Laureate. 

A negociação iniciada em novembro de 2020, foi aprovada pelo CADE, em 23 de abril. A transação no valor de R$ 4,6 bilhões envolve as marcas Universidade Anhembi Morumbi (UAM), a Business School São Paulo (BSP), em São Paulo (SP); a Universidade Salvador (UNIFACS), na Bahia; a Universidade Potiguar (UnP), no Rio Grande do Norte (RN); o Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter) e o Centro Universitário FADERGS, no Rio Grande do Sul (RS) e o Centro Universitário IBMR, no Rio de Janeiro (RJ). Além disso, enquanto transcorrem os trâmites regulatórios com o grupo Ser Educacional, o Centro Universitário dos Guararapes (UniFG), a CEDEPE Business School, em Pernambuco (PE) e a Faculdade Internacional da Paraíba (FPB), se mantêm no Ecossistema Ânima Educação. O acordo também inclui a venda da FMU, em São Paulo (SP), para a Farallon Capital, no valor de R$ 500 milhões.

(mais…)

Sem aulas, Fátima é culpada pela vagabundagem

 Por vontade de Fátima Bezerra as aulas ainda estão paradas no Rio Grande do Norte (RN) e uma cambada de vagabundos preguiçosos está achando uma maravilha ficar em casa sem trabalhar. E, de quebra, receber os salários em dia. É muito bom. Em casa, não! Muitos deles estão fazendo é farra.

Os desocupados petistas (na maioria) querem ser superior a outras classes trabalhadoras como motoristas de ônibus, caixas de supermercados, garçons e balconistas que vivem na labuta do trabalho.

Porém…

Como toda regra tem exceção, existem os que querem a volta ao trabalho. A esses (minoria) não podemos classificar de VAGABUNDOS, mas sim de pessoas dignas. O resto…

Vagabundagem: Fale num professor (a) petista trabalhar que ele (a) pira

Tu quer ver um PROFESSOR (A) Petista ficar completamente PIRADO, cobre da Governadora Fátima Bezerra à volta das aulas presenciais nas Escolas Públicas do Rio Grande do Norte (RN). Ele (a) simplesmente ENLOUQUECE. O VAGABUNDO (A) quer ficar sentado em casa (casa…???) de pernas pro ar sem fazer nada e recebendo os salários mensalmente e rigorosamente em dia na maior VAGABUNDAGEM do mundo.

Enquanto isso…

Outras categorias como motoristas de ônibus, caixas de supermercados, garçons, balconistas vivem na labuta do trabalho.

PS: É fato, inclusive, que muitos professores estão curtindo badalações. Ora! Não tem em que se ocupar. Embora, alguns, é verdade, estejam trabalhando. De forma remota. Outros já estão ganhando servicinhos extras, pois não estão fazendo nada. Vamos voltar pras salas de aula. Tá na hora, vagabundagem.

Prefeitura de Barcelona (RN) vai gastar R$ 1 milhão em kits de merenda escolar

Na cidade de Barcelona (RN), o Prefeito Fabiano de Vavá, autorizou a contratação das empresas abaixo relacionadas, pelo valor de R$ 1.033.965,00, na aquisição de Kits da merenda escolar, para serem distribuídos aos alunos da rede municipal de educação:
RI Distribuidora do Vale  Ltda – Assu (RN) – R$ 284,400,00
Potyguar Comercio e Serviços Ltda – Natal (RN) – R$ 313.145,00
M & M Distribuidora – ME – Natal (RN) – R$ 29.020,00
Mato Grande Comercio e Representação – ME – João Câmara (RN) – R$ 215.900,00
E S Promoções Ltda – Natal (RN) – R$191.500,00

Em vídeo, estudantes de escolas privadas cobram das autoridades retorno das aulas presenciais no RN

Cada vez mais unidos pela educação, alunos dos grêmios estudantis de escolas privadas de Natal (RN) estão chamando a atenção das autoridades para a necessidade e importância do retorno das aulas presenciais em todos os níveis de ensino. Eles também cobram a vacinação dos professores. A iniciativa é inédita e luta pelo direito básico de acesso à educação e pela garantia do poder de escolha da família.

Para que o recado dos jovens chegue aos gestores e também à sociedade, os estudantes gravaram um vídeo que está sendo divulgado nas redes sociais.

Eles pedem a priorização da vacinação dos professores como forma de valorizar a educação e garantir a retomada. E defendem que o ambiente escolar é seguro por causa da baixa transmissibilidade devido aos protocolos de segurança, que são seguidos à risca.

Aulas presenciais: a “vagabundagem” dos professores continua

Pelo novo decreto da Governadora Fátima Bezerra permanecem suspensas as aulas presenciais. Ou seja, a “vagabundagem” dos professores (nem todos, existem outros caminhos) continua. Permanecem sentados em casa (casa…???) recebendo os salários sem pisar o nas salas de aulas. Porém, continuam tendo vida normal. Menos trabalhando.

Quando algum decreto municipal obriga, o SINTE (RN) entra com uma ação na Justiça e derruba.

5ª edição da Jornada Potiguar de Leitura e Educação acontece neste sábado (8)

Lançamentos de livros, palestras e bate-papos farão parte da 5ª edição da Jornada Potiguar de Leitura e Educação. O evento é gratuito e acontecerá deforma virtual nos dias 8 e 15 de maio. As inscrições estão abertas e podem ser feitas através do link: https://www.even3.com.br/5jornadapotiguar/.  

A Jornada valoriza a produção literária potiguar, trazendo para o público inscrito mais de 10 horas de interação com cerca de 20 autores, que irão lançar suas obras – todas produzidas no Rio Grande do Norte – durante os dois dias de evento. Estão confirmados para o primeiro dia da 5ª edição os escritores Antônio Francisco, José de Castro, Gilberto Cardoso, Júlio Lima, Robson Renato, Beatriz Madruga, Danilo Fonetenelle e Tereza Custódio. 

Parte do projeto Casa das Palavras, a Jornada Potiguar de Literatura e Educação é patrocinada pela Cosern, Instituto Neoenergia e Governo do Estado, através da Lei Câmara Cascudo e Fundação José Augusto.

O evento acontecerá das 08h15min às12h30min através da internet, com apresentações, encontros e bate-papos virtuais. O objetivo da V Jornada é discutir a importância da literatura para o processo educativo dos alunos, fortalecer o trabalho diário em sala de aula e nas bibliotecas e promover o encontro e a troca de conhecimento entre professores e escritores do Rio Grande do Norte e de todo o Nordeste.  

Tendo como público alvo professores, bibliotecários e estudantes de escolas públicas e privadas, as edições anteriores atraíram participantes também da Paraíba, São Paulo, Ceará e Minas Gerais. A previsão é que a quinta edição da jornada supere a marca de 800 participantes.   

Sobre os Autores

(mais…)

Fátima não enfrenta a “vagabundagem”

Diz-se que a Governadora Fátima Bezerra é a primeira professora de ensino a governar o Estado do Rio Grande do Norte (RN). Poder até ser verdade. Porém, não existe uma prova de que ela tenha frequentado uma sala de aula. Fátima, não iniciou a vida profissional na escola, mas segurando a bandeira do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE).

Foi aí que ela impulsionou sua carreira política e ocupou todos os cargos políticos do RN: Deputada Estadual, Deputada Federal, Senadora e Governadora. Sua única frustração é não ter sido eleita Prefeita de Natal (RN).

Diz-se, também, que Fátima, intimamente, é a favor da volta às aulas. Porém, teme o SINTE que é contra o retorno. E baixa a guarda. Não quer enfrentar a categoria por questões óbvias.

Milhares de alunos estão prejudicado e sem aulas. Isso será cobrado para sua reeleição. Ela terá que tolerar a “vagabundagem” de quem não quer trabalhar e ganhar salário sentado em casa.

Marcelo Queiroga quer volta às aulas; Fátima Bezerra não! E a vagabundagem continua

Ao receber 2 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 do consórcio internacional Covax Facility neste domingo (2), o Ministro Marcelo Queiroga (Saúde) aproveitou a ocasião para defender a importância da volta às aulas.

No Aeroporto Internacional de Guarulhos, durante pronunciamento à imprensa, Queiroga, em cumprimentos à Unicef pelas ações na área de educação, disse que as atividades escolares precisam ser retomadas.

“Um tema importante é o retorno às atividades letivas, os alunos que precisam retornar às aulas. Temos ação conjunta com a Unicef, e é fundamental que os alunos voltem às aulas não só para aprender, mas também [porque] nas aulas eles recebem alimentos, e sabemos que os nossos programas de segurança alimentar na educação são importantes”, disse Queiroga.

PS: No Rio Grande do Norte (RN), a Governadora Fátima Bezerra não quer nem ouvir falar em volta às aulas para agradar a vagabundagem petista de alguns professores que querem ficar em casa (em casa uma ova) ganhando salários sem trabalhar. A maioria dos professores querem ficar sentados. Em pé eles cansam.

Posts Recentes

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias

Fátima quer seguir Bolsonaro

A governadora Fátima Bezerra continua insistindo em parcelar em três parcelas o novo piso estabelecido pelo Governo do Presidente Jair Bolsonaro, com reajuste de 12,84%.

Leia Mais