Distribuidoras de combustíveis ‘seguram’ preços mais altos

Por meio de sindicatos em 22 estados, postos pediram liberdade a ANP (Agência Nacional do Petróleo) para comprar combustíveis de outras fontes porque as distribuidoras estão “segurando” a queda de preços da Petrobras e das usinas, prejudicando o consumidor. As três maiores distribuidoras, que têm 70% do mercado, também cancelaram contratos com produtores de etanol para reduzir a oferta e manter preços altos.

A ANP disse “não” aos postos e ignorou a quebra unilateral de contratos. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder. Prova da manipulação: em Brasília, desde o início da quarentena, a gasolina caiu de R$5,39 para R$3,59, mas o etanol continua a R$3,29. O poder político e econômico das distribuidoras, que atuam no mercado como atravessadores, só encontra paralelo na Chicago de Al Capone.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias