Dilma vence a primeira batalha e o mínimo fica em R$ 545 reais

Após colocar a tropa de choque em campo, o Palácio do Planalto venceu a primeira batalha do governo Dilma no Congresso. E com folga.

Uma a uma as propostas para o salário mínimo da oposição de R$ 600 e R$ 560 foram derrubadas no plenário da Câmara em votação que se arrastou por mais de 10 horas.

Prevaleceu o valor de R$ 545, estabelecido pelo governo.

Detalhe da foto: Olha lá o nosso deputado federal Henriquinho Alves votando nos R$ 545 reais.

5 respostas

  1. Tem uma piada que meu pai falava pra mim desde criança:
    Maria madalena ia ser apedrejada é Jesus falou, “quem nunca errou que atire a primeira pedra”. Logo deram uma pedrada nela bem na cabeça. Jesus assustado pergunta, “por que atiras à pedra nela Manuel”, logo Manuel respondeu, “de uma distancia dessa eu num erro não Jesus”.

    Idiotice…

    Fica a pergunta para essa imagem, “quem nunca errou (corrupção ativa, passiva, suborno, estelionato, fraude e etc.) na vida levanta a mão!”
    Numa hora dessa eu levantava e dizia, “errei em esquecer de passar o desodorante mais tudo beleza companheiro!”

  2. Veja a vibração do CANALHA chamado Vaccareza do PT. Ele está tendo um orgasmo fudendo o trabalhador.

  3. Eu fico me perguntando, o tempo todo: porque o aumento exorbitante e obsceno dos parlamentares é votado tão rapidamente, sem ressalvas, sem preocupação se vai incidir sobre o aumento da inflação ou das contas do governo ou não, e o mísero aumento do nosso salário é sempre uma quizila sem fim e com argumentos que não pode ser maior porque vai exceder as contas do governo ou contribuir para o aumento da inflação ???? Eu queria que alguém me explicasse, com detalhes, porque é sempre assim! Será que só eles podem ganhar bem e viverem confortavelmente?? E nós, que trabalhamos até duas jornadas, muitas vezes, porque sempre temos que ficar com a sobra e as migalhas que deles??? É justo, isso? Acho que não. Fica aqui minha indignação e incredulidade diante dessa injustiça descarada perpetrada por nossos inescrupulosos representantes!!!!

  4. Na última ceia, Felipe pede a Jesus: “Senhor, mostra-nos o Pai!”, ao que Jesus replica: “Há tanto tempo estou convosco e não me conheceis. Quem me vê, vê o Pai.”
    Pois bem, como Jesus respondeu a Felipe, eu também respondo aos meus caros patrícios: há tanto tempo é assim, e vós ainda não conheceis os ardis dessa corja nojenta?
    Eu ficaria admirado se a proposta da oposição tivesse sido aprovada, mas essa aí…
    Propostas piores virão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Categorias