Deputada denuncia que 160 pacientes no RN podem ficar cegos por falta de cirurgia

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa do RN na manhã desta quarta-feira (13), a deputada Estadual Cristiane Dantas (SDD) solicitou ao secretário de Saúde pública do estado, Cipriano Maia, a inclusão da cirurgia de vitrectomia entre os procedimentos eletivos retomados. De acordo com a parlamentar, cerca de 160 pessoas aguardam o procedimento e correm o risco de perderem a visão em caso de demora na realização da cirurgia.

“Tivemos uma boa notícia na semana passada, quando o secretário noticiou a volta das cirurgias, mas quero falar aqui que o RN tem vários pacientes esperando por outras cirurgias que também são urgentes, além das cirurgias ortopédicas”, disse.

Cristiane Dantas falou da vitrectomia, um tipo de cirurgia ocular usada para tratar problemas da retina e do vítreo do olho. “Ela está contemplada na portaria Ministério da Saúde n° 3.641 de 22/12/2020, que define para o exercício de 2021 a estratégia de acesso a procedimentos cirúrgicos eletivos no SUS”.

De acordo com a parlamentar, 160 pacientes do RN estão aguardando, através do Hospital da Visão, apenas a autorização da Sesap. “Esses pacientes podem ficar cegos pela demora e esses recursos podem ser ressarcidos ao estado desde que seja feita a cirurgia”, enfatizou.

Cristiane Dantas apurou que o RN possui R$ 5,84 milhões para isso, mas esse dinheiro só é disponibilizado após realização das cirurgias. 

“Faço apelo para que o secretário autorize de pronto. Essas cirurgias podem ser feitas em apenas um dia. O Hospital é conveniado com o Governo do Estado e aguarda apenas a autorização para fazer essas cirurgias”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias

Começou cedo a boquinha do PSD

O PSD mal completou um mês de vida, mas já recebeu do fundo partidário, dinheiro repassado pela Justiça Eleitoral para manutenção dos partidos, 42 500

Leia Mais