Depoimento da filha de Temer à PF é gelatinoso

Intimada pela Polícia Federal para explicar a origem do dinheiro que financiou uma reforma em sua casa, a psicóloga Maristela Temer, filha de Michel Temer, prestou um depoimento que tem a consistência de uma gelatina. Antes do interrogatório, os investigadores suspeitavam que a reforma foi paga com dinheiro de propina. Depois, as suspeitas aumentaram.

Maristela foi inquirida em 3 de maio. Mas só agora a coisa veio à luz. Ela contou que Temer indicou para auxiliá-la na reforma o amigo e faz-tudo João Baptista Lima, coronel aposentado da PM paulista. É o mesmo personagem a quem os delatores da JBS afirmam ter repassado, a pedido de Temer, propina de R$ 1 milhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias

Nelter Queiroz enfrenta dificuldades

O deputado estadual e candidato à reeleição Nelter Queiroz (MDB) permanece com seus bens indisponibilizados pela Justiça, o que tem dificultado seu projeto de reeleição. Ele

Leia Mais

As trocas de José Agripino

O senador José Agripino Maia confirmou que será candidato a deputado federal nas eleições deste ano no lugar do seu filho e deputado federal Felipe

Leia Mais