Demóstenes Torres pode ser expulso do DEM

O presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), que assumiu a liderança do partido deixada por Demóstenes Torres (GO) na manhã desta terça-feira (27), disse que aguarda informações da Procuradoria-Geral da República para que o senador goiano possa defender-se e, a partir de então, o partido tome uma posição quanto à permanência dele na legenda.

Agripino Maia lembrou que, em outra ocasião, o partido já decidiu expulsar um membro quando ficou comprovado que ele estava envolvido em um escândalo de corrupção. Foi em 2009, na Operação Caixa de Pandora, que resultou na prisão do ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda. Para o presidente e líder do DEM, é possível que o mesmo ocorra com Torres se ele não conseguir provar sua inocência.

“Eu não quero dizer que a expulsão é provável porque eu não conheço as acusações e não quero fazer um julgamento antecipado. Agora, posso dizer apenas que o partido já teve, em circunstâncias preocupantes, um comportamento claríssimo que o Brasil todo conheceu. E não vai hesitar um minuto em repetir a dose se as evidências se mostrarem iguais”, declarou Agripino Maia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias