Delegado de São Bento diz que já tem o nome do mandante do crime do comerciante de Jardim de Piranhas

A falta de uma agência bancária na cidade de Jardim de Piranhas vem criando um sério constrangimento para os comerciantes locais.

A cidade cresceu substancialmente nos últimos anos impulsionada pelas fábricas de tecelagens do município. Elas geram emprego e renda para Jardim de Piranhas. Na cidade, o desemprego é praticamente zero. As tecelagens empregam 1.700 pessoas. Na época de grande produção a oferta de emprego salta para 4.000 mil pessoas.

São 38 fábricas de tecelagem que funcionam na cidade. Estas, associadas à cooperativa de tecelões. Fora as outras. Circula dinheiro na cidade. Pagamento, recebimentos, vendas e tudo mais.

Sem uma única agência bancária em Jardim de Piranhas os comerciantes enfrentam um grave problema: toda transação financeira é feita na vizinha cidade de São Bento, PB. Eles correm riscos constantes de assaltos.

Ontem, por exemplo, houve um assalto a uma agência bancária de São Bento. Houve tiroteio entre bandidos e policiais. Um assaltante morreu e os comparsas foram presos. No momento da confusão muitos comerciantes de Jardim de Piranhas estavam na cidade de São Bento.

Recentemente, um comerciante de Jardim de Piranhas, Gordo de Bení, foi morto quando deixava uma agência bancária de São Bento.

O delegado da cidade, Patrick Dias, disse que já sabe o nome do mandante do crime. Afirmou que a qualquer momento estará em Jardim de Piranhas para ouvir depoimento de pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias

A força de Rosalba!

Em 2018, Mossoró também será importante para o resultado do pleito. O quadro está indefinido, mas todos sabem da força da prefeita Rosalba Ciarlini que vem sendo

Leia Mais