Déficit primário do ano passado preocupa economistas e investidores

Apesar de ultrapassar pela primeira vez a marca de US$ 100 bilhões exportados à China, o Brasil fechou o ano de 2023 com déficit primário de R$ 131,4 bilhões em 12 meses, segundo anúncio do Banco Central nesta sexta-feira (5).

A informação passou a preocupar economistas e investidores, a exemplo do grupo financeiro Goldman Sachs, que enxerga relutância do governo em controlar despesas.

Em macroeconomia, déficit primário é quando o valor das despesas de um governo é maior do que o valor de suas receitas, ou seja: quando um governo gasta mais do que arrecada.

Os gastos podem vir através, por exemplo, de programas sociais e importações, enquanto a arrecadação se dá através de impostos e exportações, entre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
Categorias