Decreto de Álvaro Dias deveria se chamar “Lei Dudu”

A partir de hoje (11) “fica assegurado à pessoa com deficiência o direito a acompanhante ou atendente pessoal para ingresso em estabelecimentos comerciais em geral, no âmbito do Município de Natal”. O decreto do prefeito Álvaro Dias (PSDB) deve ser publicado numa edição extra do Diário oficial do Município de hoje (11). A medida é uma resposta ao caso envolvendo o desembargador Cláudio Santos e seu filho, Eduardo, que tem Síndrome de Down. Eles foram barrados quando tentaram entrar juntos numa loja do Sam’s Clube em Natal (RN).

Deveria se chamar a “Lei Dudu”.

Ah! Depois da “barbada” que ganhou repercussão na mídia, o desembargador Cláudio Santos recebeu um telefonema da Diretoria do Consumidor do Grupo BIG, pedindo desculpas. Mas, o Grupo Big emitiu uma nota afirmando que estava cumprindo um decreto de lei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias