De 24 partidos na Câmara, apenas 1 votou contra anistia de dívida bilionária de igrejas

Na votação da emenda que concede anistia em tributos a serem pagos por igrejas no país, apenas 1 dos 24 partidos com representação na Câmara votou integralmente contra a proposta. A medida pode ter impacto de R$ 1 bilhão.

O time do ministro Paulo Guedes (Economia) defende que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vete a o texto. O presidente tem até esta sexta-feira (11) para tomar uma decisão.

O benefício para as igrejas juntou partidos da direita à esquerda na Câmara. A proposta foi aprovada com 345 votos a favor, 125 contrários e duas abstenções.

O PSOL, que tinha nove deputados presentes na sessão do dia 15 de julho, foi o único a votar de forma unânime contra a medida.

O Novo também votou quase integralmente contra a proposta. Dos oito deputados da bancada, apenas Lucas Gonzalez (MG) preferiu se abster.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias

Manuela é a vice mais procurada

Manuela D’avila foi a candidata a vice-presidente mais procurada na internet na última semana, segundo o Google. A comparação foi feita com Ana Amélia, General

Leia Mais

Projeto de solidariedade

Hoje, dia 14 de junho, Dia Mundial dos doadores de sangue o deputado estadual Gustavo Fernandes destacou, na Assembleia Legislativa, seu Projeto de Lei que

Leia Mais

Vera Cruz (RN): reformando escola

Para realizar os serviços de reforma e ampliação da Escola Professora Ascendina Lustosa, o prefeito Marcos Antonio Cabral da cidade de Vera Cruz (RN), determinou

Leia Mais