Cunha articula nova manobra para escapar da cassação no Conselho

A cúpula do Conselho de Ética da Câmara denunciou mais uma manobra de Eduardo Cunha para impedir sua cassação. Desta vez foi a decisão do vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), que limitou a apuração do processo disciplinar contra Cunha. Pela determinação, o relatório final do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) deve se ater ao escopo inicial da representação: se Cunha mentiu ou não à CPI da Petrobras em 2015, quando negou ter contas ocultas no exterior. “Eu não reconheço a legitimidade, a regimentalidade e a legalidade das decisões do Maranhão. Ele não tem poder correcional sobre o conselho”, rebateu o relator.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias

Delação premiada no Congresso

Rodrigo Janot se prepara para premiar metade do Congresso Nacional. De acordo com o Valor, ele “vai oferecer uma solução judicial para dezenas de políticos acusados

Leia Mais