Conselheiro de Trump diz que as “evidências específicas” de fraude serão apresentadas

trump braco erguido Conselheiro de Trump diz que as “evidências específicas” de fraude serão apresentadas

Conselheiro da campanha de Trump disse em entrevista que a equipe jurídica do presidente vai apresentar ‘evidências específicas’ de fraude eleitoral na sessão conjunta do Congresso americano do próximo dia 6 de janeiro.

Jason Miller disse à Newsmax que as provas podem ser apresentadas no Congresso, e seriam provas diferentes daquelas que a campanha de Trump apresentou nos tribunais nas últimas semanas.

“Teremos uma chance na frente do povo americano, na próxima semana, para apresentar esses casos, todas essas evidências de fraude”, disse Miller à Newsmax, apontando para uma ação movida pelo deputado Louie Gohmert (R-Texas) contra o vice-presidente Mike Pence no início desta semana para impedi-lo de confirmar a vitória eleitoral de Joe Biden. 

Miller disse para a emissora que a Lei da Contagem Eleitoral de 1887 permite ao vice-presidente, que é o presidente do Senado, presidir a Sessão Conjunta do Congresso.

A apresentação das evidências seria feita caso haja objeção aos nomes dos delegados enviados pelos governadores, durante a sessão do dia 6 de janeiro que oficializa o resultado da eleição presidencial, segundo a Constituição americana.

Para que haja objeção aos delegados, basta que um deputado e um senador se manifestem durante a sessão conjunta, o que de fato deve ocorrer já que há vários deputados republicanos que já disseram que vão manifestar objeções. No Senado, o senador republicano Josh Hawley (Missouri) confirmou na terça-feira (29) que vai manifestar objeção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias