Companhias aéreas projetam alta nas passagens provocada pela guerra

Embora sem operar voos na região do conflito, companhias aéreas em atuação no Brasil projetam novos aumentos nas passagens em consequência da guerra na Ucrânia. A variação do dólar e aumento nos combustíveis – com petróleo acima de US$ 100 – são os principais fatores apontados.

Em nota, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) afirmou acompanhar “com atenção os impactos nas cotações do dólar e do petróleo, que podem aumentar ainda mais os custos do setor aéreo”. No documento, a entidade manifestou a esperança que a situação seja resolvida rapidamente por meio da diplomacia.

Em artigo publicado no Linkedin, o CEO da Latam Airlines Brasil, Jerome Cadier, apontou que a invasão da Ucrânia pelos russos terá impacto “inegável” nas companhias aérea. A inflação acumulada no setor é de quase 20% nos últimos 12 meses.

“Temos que monitorar e reagir a três potenciais impactos: 1) no preço do combustível e no câmbio; 2) no mercado de capitais e na disponibilidade de crédito; e 3) no preço e na disponibilidade de commodities relevantes para a indústria (como titânio, por exemplo, necessário para a fabricação de aviões)”, elencou o executivo.

Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias