Comissão do Senado aprova fim do décimo quarto e décimo quinto salários de parlamentares

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou hoje o fim do décimo quarto e do décimo quinto salários dos parlamentares. O projeto de decreto legislativo prevê que deputados e senadores só terão direito a receber os auxílios-mudança e transportes no início e no fim do mandato parlamentar. Hoje, os parlamentares recebem essas ajudas de custo duas vezes por ano. A matéria vai agora para a Mesa Diretora da Casa.

Os dois benefícios equivalem, cada um, ao salário do parlamentar, de R$ 26,7 mil. Por ano, o Senado gasta R$ 4,3 milhões com o pagamento dos auxílios-mudança e transportes aos 81 senadores. Ao fim do mandato de oito anos, a despesa chega a R$ 34,4 milhões. Se a matéria for aprovada no Senado e na Câmara, o gasto com mudanças dos senadores cairá para R$ 4,3 milhões.

O relator do projeto, senador Lindbergh Farias (PT-RJ), disse que o pagamento se justificava “na época em que os transportes eram precários e os parlamentares se deslocavam para a capital do país a cada ano e lá permaneciam até o fim do ano legislativo”.

Uma resposta

  1. Deviam era devolver o que ja receberam!pois isso é uma pouca vergonha,um povo que ja ganham uma verdadeira furtuna,e ainda ter mais essas vantagens todas e a gente,so recebe uma porcaria de um salario minimo e um decimo terceiro muito magro!.Ja tava na hora dessa turma tomarem uns tragos de VERGONHA…..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

novembro 2021
DSTQQSS
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930 
Categorias

Desorganização

Segundo o ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, um dos problemas enfrentados hoje é o fato de não haver o registro de dados

Leia Mais

Cuidado, painho!!!

Papai, tenha cuidado! Eu vou deixar o senado para assumir o governo do Maranhão. Mas, olhe! Tão de olho em você aqui no senado. Não

Leia Mais