Comentário de um leitor do blog. Muito bom, por sinal

Caro Robson, gostaria ainda de falar sobre a Festa de Santana.
Inicialmente, sou contra a administração de Festa ser terceirizada, até mesmo porque o empresário que ganhar a concessão para administrar a Festa estará visando, antes de tudo, o lucro e não o sucesso da Festa. Observemos tudo isso sem nenhuma conotação política partidária, e sim, pelo bem de Caicó, pois somos todos de uma mesma família. Então vamos, novamente, falar sobre os encontros da Praça de Liberdade, que, lamentavelmente, este ano foi abandonada, sem qualquer justificativa ou pretexto, simplesmente porque agora existe uma

40 Responses

  1. eh eh eh eh eh…… penetrei no tunel do tempo ao ler a saudosa mensagem deste leitor e esta me deixa transparecer que o tempo pra ele parou. A volta do funcionamento do coreto da pracinha abarrotada de gente por falta de espaço já ficou para trás, é necessário que acompanhemos a própria evolução da Festa de Santana que até o simbolo do conservadorismo caicoense que é o Pe. Antenor, aprovou a grande invação da constução da Ilha de Santana, a grande “praça de eventos” de toda população caicoense. Se os saudosistas querem continuar frequentando o coreto da pracinha ouvindo ou assistindo as apresentações da “furiosa”, que no próximo ano o Prefeito Bibi desloque a banda de música para a praça da liberdade logo após a novena e ponto final, só assim irá beneficiar as múmias “cordelianas e marinises que ainda resistem ao modernismo brega-chic!

  2. Ô Xerife, eu queria que você abrisse uma discussão no seu blog sobre aquele “favelão” que funciona no centro da cidade atraindo ratos, gatos, cachorros, muita fumaça, óleo queimado e outras coisitas más….! É exatamente o que ocorre na praça Dr. José Augusto, parece até um acampamento dos “sem terras….” está na hora da prefeitura moralizar e fazer uma limpeza na praça, pois, a Ilha de Santana oferece toda infra-estrutura de funcionamento, inclusive com área de laser para as crianças que acompanham seus pais. Quem não quiser aderir ao modernismo da Ilha que procure outro meio de vida, mas, aquela desorganização da praça tem que resolvido e de imediato em nome da beleza e do conforto que o caicoense merece!

  3. Que dor de cotovelo em Jandi? Não cosseguiu se realizar na sua terra natal, teve que e para a terra dos indios, ver se consseguia algunha coisa. É como diz o ditado, em terra de cego quem tem um olho é Rei. Mas não é o seu caso, que continua cego de guia.

  4. CARO AMIGO!! VOCÊ QUE É TANTO A FAVOR DA FESTA NA PRAÇA DO CORETO, TE FAÇO UMA PERGUNTA VOCÊ E SUA FAMILIA FORAM ALGUMA NOITE PRA L

  5. esse plagiou Jessier Quirino arquiteto paraibano e radicado em recife, e poeta nas horas vagas esse texto é apenas adaptado de ” VOU DE VOLTA PRO PASSADO”… amigo a tradição da festa ta mantida.

  6. Primeiro uma perguntinha básica: esse Costa de Jandi é o mesmo de Bibi? Se for tá entendido tanto desrespeito às tradições que ele como professor deveria defender. Se não, tá na hora dele fazer uma reflexão. Caríssimo professa, até agora não li nenhum artigo condenando a ilha, todos concordam que ela deveria vir para somar e não dividir. Que se desloquem para aquele complexo os parques, as apresentações artísticas, a feira da famuse e que tenha também bares e restaurantes para aqueles que optarem por aquele espaço, agora, querer obrigar todos a irem aí é demais. Que deixem o povo decidir aonde ficar sem no entanto proibir que quem queira, arme sua banquinha nas imediaçóes da praça do coreto e venda seus artigos para as pessoas que quiserem lá permanecer. Desconfio que o professor passe muito tempo durante o dia tomando todas e que à noite não possa sair para rever os velhos amigos. Quanto ao conservadorismo de Pe. Antenor, nada que uma boa proposta ($$$$$$$$$) para comprar um castelo, não resolva. Por último Jandi, você (que se não me engano ensina química) deve saber que as fórmulas químicas puderam ser analisadas e discutidas porque foram sendo acumulados conhecimentos (digamos assim). Já pensou se a descoberta de um não fosse juntada à de outros? Pois bem professor, assim são as tradições de um povo que aos pouquinhos vai contruindo sua história, eles vão acumulando pensamentos, tradições, hábitos e cultura sem entretanto deixar de ter um olhar no passado.

  7. Daqui a pouco vão querer que a energia elétrica seja desligada às dez horas da noite porque “no meu tempo era assim”… Ora, tenham paciência, Caicó deve olhar para o futuro e o futuro é a Ilha, um equipamento público que poucas cidades do Brasil tem igual. A Festa de Santana é maior que o Coreto e a mentalidade de quem não apenas lembra do passado, mas vive no passado!
    E a sugestão desse cara aí de discutir a situação da Favela Zé Augusto é muito oportuna!

  8. Está aberta a discussão solicitada pelo professor Jandi Costa, primo de BIBI. O galo de briga deu tres ou quatro ciscadas, arrastou a asa no chão, afiou os esporões e partiu pra cima do professor com gosto de gás. Pense no aluno dando uma aula ao professor!!!!!!!!!!Eu fiquei Atoleimadozinho com a disposição desse galo.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  9. Atenção seus babões de plantão, vamos devagar com a louça, tenham cuidados para não defenderem em demazia seus “lideres políticos”, pois algum louco pode até pensar em substituir a Senhora Santana por uma Santa mais moderna, aí voces ficam com as calças arriadas, a exemplo de um vereador que apresentou um projeto colocando o nome de um padre para o Ginásio Poliesportivo que está sendo erguido no Colosso da Ilha, aliás este padre conhece uma bola porque também conhece um coco. Porque no homenageamos Charles Garrido, Almir Igazeira, Bolo-Bolo, etc.

  10. jandi meus parabéns pelo seu comentário, afinal de contas eu sei quem é voce, já os outros, nem imagino.

  11. Fica a pergunta: quem ganhou com a festa? os ambulantes? A cidade? Bibi? A paróquia? Ou todos perderam?

  12. Ô João Bigodim, eu tenho certeza que esse galo é daqueles que põe ovos……
    E você bigodin lembre-se de que fomos molequeles por muitos anos lá no acampamento. Cuidado senão eu conto todas….kkkkkkkkkkkkkk!

  13. ” A Química teve seu nascimento à partir de uma coleção de informações na Alexandria. Fundiu-se aí o conhecimento prático adquirido pelos Egípcios com as idéias filósicas dos pensadores gregos. Quando os Arábes invadiram a região absorveram esse conhecimento e o desenvolveram. Assim nasceu a Alquimia, precursora da Química”. O blog do Xerife também é cultura. Corroborando com a opinião do Galo de Briga, Prof. Jandi, veja que os conhecimentos foram sendo juntados e acumulados para que se chegasse à sua química. Assim desenvolve-se um povo, levando seus hábitos, maneira de ser e agir, cultura e, incorporando o novo, sem entretanto deixar de ter um olho no passado que norteia seu futuro.

  14. Menina, o blog do xerife é uma verdadeira enciclopédia iluminista. Por isso que eu não durmo sem ele!!!

  15. Jandir ,meus parabéns pelo seu comentário , lembro-me bem dessa praça do coreto ou do desfile de moda que tinha ali,coitados se vestiam somente para se exibir e mostrar as roupas da moda ,agora que não tem mas isso fica muita gente querendo o coreto da praçinha de volta.

  16. Cooooooonta Jandi, vai. Queremos saber o que esse danadinho do Bigodim aprontava com você no acampamento. A galera quer saber! Tinha moitinha no meio? kkkkkkkk

  17. Para curtir toda a festa de Santana em toda sua plenitude, eu conheci a Ilha de Santana no primeiro sábado de festa. No domingo fui convidado para uma manhã de sol no clube da maçonaria com animação de Geraldão e Darrijane. Saímos de lá às 20 horas depois da vigéssima dose de wisky. Na segunda-feira visitamos a Casa da Cultura e lá bati um longo papo com o Tapioca. Depois fomos abrilhantar o pavilhão de Santana até o seu encerramento. Na terça-feira à noite fomos novamente para o pavilhão de Santana e de lá só saímos no seu encerramento assistindo o Cabralzinho. Na quarta-feira à noite fomos para a Ilha de Santana, permanecendo nesta até 3 horas da madruga. Na quinta-feira, a partir de meio dia até às 16 horas estávamos próximo ao arco do triunfo, na feirinha de Santana e às 16,30 horas fomos para a Ilha de Santana e lá permanecendo até às 20 horas. Na sexta-feira fomos diretamente para o coreto da pracinha curtir Dodora e o cara do sax (Adenildo show), não lembro bem o nome. Quando a grande festa do coreto terminou às 11,30 horas ou meia noite, fomos para a Magestosa Ilha de Santana e lá ficamos até às 3 da madruga. No sábado fomos de casa direto para a grande Festa, a melhor de todas, o Baile do Reencontro no clube social do Iate Club. No domingo depois da procissão fui com o Neto curtir os parques na Ilha de Santana e às 9,30 horas estava novamente de volta ao coreto da pracinha e de lá saindo às 23,30 horas. Portanto, faço questão de mostrar como se curte uma festa de Santana e não ficar chorando leite derramado por não saber se dividir! Quanto ao Sorriso do Picasso na Monalisa, não discuto química a partir de plagiadores ou bruxos senão continuaria acreditando que a água sendo aquecida torna-se espírito. Se quiser discutir a Químca comigo a partir de um Paracelso, Boyle , Lavoisier Van’Toff, Rutherford, Pauling aí sim, já será um bom começo.

  18. Esqueci só de um pequeno detalhe: No primero domingo de festa antes de ir para o clube da Maçonaria, participei de um programa no qual fui entrevistado durante uns 50 minutos na rádio rural.

  19. Não há o que se discutir…. JANDI realmente está de parabéns pelo seu comentário brilhante… é isso mesmo, É SÓ SAUDOSISMO!!!!!!! EVOLUAM CAICOENSES SAUDOSOS!!!
    – E a respeito da favela José Augusto, concordo plenamente em retirá-lo ou adequá-lo, pois estava por lá na festa qdo. chegou um casal que mora em S. Paulo e a filha pequena disse: mamãe, isso é uma favela?????? Fiquei arrasado!!!! CHEGA!!!!!

  20. Caro Xerife, lendo as mensagens acima, eu noto que o Prof. Jandi só se circunscreve à pobre Química, pois nesta de 01:51h de hoje, ele registra “sorriso do Picasso na Monalisa…”. Ora, amigo, Monalisa foi pintado por Leonardo da Vinci, que nasceu em 1452 na Itália, enquanto Picasso nasceu na Espanha em 1881. Sendo assim, as duas primeiras vogais do pintor espanhol para Jandi Costa! Deu prá entender?

  21. Ao Xapraõ e demais curiosos vou logo adiantando de que sempre fui uma pessoa séria e o Bigodim também, mas tem umas passagens bem engraçadas do nosso período de crianças, pré-adolescentes e adolescentes que deverei relatar em outras oportunidades. Por exemplo: Bigodin era um exmínio caçador de ……….. kkkkkkkkkkkkk, depois eu digo!

  22. Sr. COSTA Jandi, parece que o mesmo utilizou todos os autores/quimicos disponíveis na sua distante biblioteca, realmente amigo, concordo plenamente com sua maneira de vivenciar a Festa de Santana, muito bem a gente deve ir para onde gosta e se sente bem, portanto, respeite o direito do outro, não queira forçar a barra. Observe que, em momento algum, nós criticamos a ILHA, mais uma vez digo, pelo contrário, aplaudimos, agora respeitem o nosso direito de ficarmos nas Praças, na Catedral, etc. O que eu condeno é a concessão para explorar um bem público, onde o empresário, é lógico, vai puxar a sardinha para sua brasa e, com isso, dificultou e implantou todas as barreiras possíveis para que todos os ambulantes da Festa fossem para a Ilha, inclusive mediante cobrança de taxas e impostos municipais, fato esse que foi objeto de uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Caicó. Para finalizar, fiz o protesto porque, como muitos caicoenses, mas muitos mesmos, não gostei. Outra coisa, também concordo com a situação caótica da Praça Dr. José Augusto.
    Tchau um abraço, Jandi. Para os outros babões de políticos MORREU MARIA PRÉA.

  23. Amigo Jandi;
    Estão querendo questionar vossas virtudes e conhecimento de química, ora com saudades PRETÉRITA ora com justificativas em atendimento ao tempo FUTURO. Está mesmo parecendo um teatro, e não quero aqui me insurgir com as várias assertivas, porque há muito que a pedagogia se serve do teatro. Aritófanes já o fazia em 414 a.C. quando lançou As aves, peça com críticas ainda hoje atuais aos jovens e ao sistema educacional. Se tomarmos a Grécia como ponto de partida do desenvolvimento do teatro, encontraremos que, por ocasião da colheita das uvas, eram promovidas homenagens a Dionísio, deus do vinho, da fertilidade, da fonte da vida e do sexo. Durante os festejos anuais, formavam-se procissões e cortejos, ao som de canções improvisadas entoadas por jovens em giros dançantes. Surgem nessas manifestações os primeiros registros do uso coletivo do canto, da dança e da representação. Com Darwin, temos um trecho da fala sobre suas observações a respeito do evolucionismo: “… — (…) Imaginem vocês, que eu havia aprendido que a Terra fora criada às 9 horas do dia 23 de outubro de 4004 a.C., e que todas as espécies animais haviam sido produzidas ao longo dos seis dias da criação, e que jamais haviam sofrido mudanças em suas características originais, e que a extinção de algumas espécies evidenciadas pelos fósseis, descobertos no fundo da terra, se explicavam por estes animais simplesmente não haverem chegado a tempo para embarcar na arca de Noé… Foi um salto e tanto, eu diria, quase uma mutação!…”. Sobre Lavoisier, se explica à platéia a importância de seu trabalho no campo da química: “… — (…) Vocês conhecem este livro? (Na capa do livro está escrito Traité éleméntaire de chimie ) — Foi com o seu lançamento, em 1789, que nasceu a química moderna, e eu passei a ser conhecido como o pai da química! Pois, até aqui, reinava a alquimia! O conteúdo do livro trata, entre outras coisas, da unificação da nomenclatura utilizada para determinar os elementos, e se tornou o marco fundamental da química!…”. Bem, eis que surge a Mona Lisa, séria, desperta de uma pesadelo e, repentinamente, sorri com o canto do Galo de Briga. Sabe de uma coisa: “ISSO É COISA DE PRISIAKA!”

  24. Esqueci de responder ao Gonçalo leal, mas ainda há tempo para prestigiá-lo com este belo poema:
    o “nego” que morreu na minha rua
    dele nada se perdeu
    o cabelo serviu pra fazer bombril
    o couro pra fazer pneu
    e a merda deu outro “nego”
    pro lugar do aue morreu…

  25. JANDI COSTA, AMANHÃ CEDO ENTRAREI COM UM PROCESSO CONTRA VOCÊ .SEU TAMBORETE DE FORRÓ.

  26. Permita-me Xerife, esse recado ao prof. (com minúscula) Jandi. Saiba que já estou providenciando uma ação de discriminação racial contra vc. a ser deflagrada junto à comarca de Porto Velho, para que você vá mofar no xilindró, que, se condenado o meu advogado vai requerer desaforamento para o cumprimento da pena na cadeia de Rio Branco para ser companheiro do ex-deputado Hildebrando Pascoal, aquele que costuma serrar os desafetos com uma motoserra, lembra? Me aguarde.

  27. Caro Lapixó você não me entendeu. Troquei o Da Vince por Picasso por que o primeiro era Gay e eu não queria atingir o “Mona” com esta insinuação!

  28. Futuro do Pretérito você esqueceu de um detalhe: O Lavoisier era um autodidata que fazia suas pesquisas num laboratório instalado no porão da sua casa. Seus pais o obrigou a cursar Direito, mas, nunca conseguiram afastá-lo da sua grande paixão pela Química.
    Um outro personagem que muito contribuiu para acabar com o misticismo da Química na renascença foi o grande médico Parcelso que gostava de bebericar em tabernas de baixo nível, tratando de graça a população pobre, sem nenhuma pretensão política, iniciando o período da Iatroquímica com a obtenção de medicamentos para doar aos mais necessitados. Outro renomado Médico e Químico que muito contribuiu para firmar a Química como ciência foi o alemão Andreas Libavius que escreveu um livro denominado ALQUIMIA e foi considerado o mais bonito livro de Química publicado no século XVII.
    Ufa! estáo me obrigando a filosofar…..KKKKKKKKKKKKK!
    Antes de terminar quero lembrar aos pastores de plantão que “falta de educação tem cura, procure um professor….”

  29. Não se exaspere, grande professor. A discriminação racial só se configura quando o objetivo é macular ou denegrir. Em se tratando de amigos de infância, fica claro o intuito da brincadeira. Além do mais, ao poeta tudo é permitido. Não se anime, pois eu sei que esta trova não é sua. Cite pelo menos o autor. Mas que é linda, é. Niguém pode negar.!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  30. Quer isso, Jandi! Você não entendeu a ironia do FUTURO DO PRESENTE. Leia novamente o seu comentário e verás como ele foi na JUGULAR!

  31. meu Deus essa troca troca de palavras não vai mais acabar? minha gente mude de assunto pois já está sem motivação para a leitura…kkkkk.é brincadeirinha..

  32. Não, amigo velho! O veneno é todo seu. Soube que durante o mês de julho, abasteceste o Butantâ com ele (risos)!

  33. Amigos caicoenses afilhados de Santana:

    Na festa de Santana tudo, menos a praça Dr. José Augusto!

  34. Se devemos ser modernos e abandonar nossas tradições, por quê não removemos para a ILHA o bar de Ferreirinha e o bar de Zeca Barrão?

  35. a inteligência e o veneno do múltiplo e do “na jugular só corre veneno’ é de fazer inveja a qualquer cobra coral… só que cobra coral tem várias cores, representando as cores do arco íris!

  36. Amigo Jandi, meu colega em tempos pretéritos. Tive contatos com o Múltiplo de 7 e cheguei à conclusão de que ele uma “cascavel” com sete maracás!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias

É mentira! Coisa de fake

Circula uma onda falsa aí nas Redes Sociais de que o empresário Tião Couto seria o pré-candidato a vice-governador de Robinson Faria. É mentira!

Leia Mais