Cenário de Covid-19 no RN é de redução

mineiro em pé Cenário de Covid-19 no RN é de reduçãoO secretário de Gestão de Projetos e Metas, coordenador do programa Governo Cidadão e do Pacto Pela Vida, Fernando Mineiro, explicou o assunto na entrevista coletiva de prestação de contas das ações do Governo e atualização dos dados da pandemia: “Iniciamos hoje uma ação concreta e integrada do Estado com município de Natal para conter o avanço da pandemia. Agradeço em nome da governadora Fátima Bezerra e do vice-governador Antenor Roberto o entendimento que vai proteger e salvar vidas, que é função de cada instância da gestão pública”.

O cenário da Covid-19 no RN continua apresentando tendência de redução. Isto se deve aos esforços do Governo estadual que adotou uma política de abertura de leitos exclusivos para assistência aos pacientes. Atualmente, o RN tem o terceiro maior percentual de leitos Covid no Brasil. “Isto é resultado de um esforço imenso para superar a falta de estrutura e tem consequências altamente positivas como a proteção à vida e permitir as condições para a continuidade do Plano de Retomada Gradual das Atividades Econômicas”, afirmou Fernando Mineiro.

“O cronograma do Plano continua. O próximo passo é a retomada, dia 29, da abertura dos templos religiosos para reuniões com até 100 pessoas. Nos próximos dias o Governo editará decreto com a regulamentação”, anunciou. O secretário destacou que é preciso continuar contando com o alinhamento entre as decisões do Estado e dos municípios para evitar divergências que poderão comprometer o resultado das medidas de proteção à população. “Contamos com as prefeituras, com o conjunto da população e agradecemos a dedicação especial dos profissionais da saúde e da segurança pública”, acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias

Jornalista: profissão perigo!

Uma das profissões mais perigosas no mundo de hoje é o jornalismo. Todos os anos aparecem, nos balanços das agências especializadas, dezenas de repórteres, entrevistadores,

Leia Mais