Categoria: Policial

DJ Ivis vira réu por agressão à ex-mulher

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) tornou o DJ Ivis réu pelas agressões contra sua ex-mulher Pamella Holanda. O cantor foi indiciado no final de julho pela Polícia Civil do Ceará pelos crimes de lesão corporal, ameaça e injúria. O processo tramita em segredo de Justiça.

Padre acusado de roubar objetos em igreja no Seridó não está preso

Não é verdade que o Padre Márcio de Lima Pacheco que é suspeito de roubar arte sacra e objetos esculpidos em ouro e prata da Capela Santa Tereza D’Avila, de onde foi pároco, no Distrito de Mina Brejuí, em Currais Novos (RN), região Seridó do Rio Grande do Norte (RN) esteja preso.

Ele responde a um inquérito em liberdade.

Boate é interditada e bares são autuados pela Semurb no fim de semana

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) interditou uma boate e autuou dois bares, na zona Sul de Natal (RN), nesse fim de semana.  O motivo para a interdição da casa noturna foi que Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) estava vencido, além da superlotação do espaço. Já os dois bares autuados não possuíam nenhuma das licenças para funcionar. A ação ocorreu no sábado (14) e teve o apoio da Guarda Municipal de Natal (RN) (GMN).

A boate, localizada em Ponta Negra, foi interditada e solicitada a saída dos clientes do local por medida de segurança. “O estabelecimento possuía o alvará de funcionamento, mas o documento só é válido se AVCB estiver no prazo de validade, o que não ocorreu. Além disso, o local também estava com superlotação de clientes e por medida de segurança interditamos”, explica o supervisor geral de fiscalização urbanística da Semurb, Rana Santos.

O AVCB é o antigo habite-se do Corpo de Bombeiros, ou  seja, o documento que atesta a segurança do espaço contra incêndios e dos usuários em caso de sinistros.  ” As medidas previstas no documento objetivam a redução da possibilidade de uma ocorrência e a proliferação de incêndios. E ainda garantem a segurança da evacuação das pessoas com o funcionamento das saídas de emergência em casos de sinistro e pânico”, alertou o supervisor de fiscalização urbanística.

Na mesma noite, um bar em Ponta Negra e outro em Lagoa Nova, foram autuados por não possuírem nenhum tipo de documentação do local que atestassem o funcionamento. “O agravante dos dois espaços foi a falta de alvará de funcionamento. O valor das multas das autuações podem chegar até R$ 24 mil reais”, comenta Santos.

Denúncias podem ser feitas pela população pelo canal 24h do Ciosp, no número 190 e também no disque denúncia da Polícia Civil no 181 nos fins de semana e feriados. Já de segunda a sexta-feira das 8h às 16h, pelo telefone da Ouvidoria da Semurb no (84) 3616-9829 ou e-mail [email protected].

Atentado: Polícia identifica adolescentes que planejavam ataques a escolas no RN

Dois adolescentes foram detidos neste domingo por suspeita de planejarem um ataque a escolas no Rio Grande do Norte (RN). Um deles mora no município potiguar de Campo Redondo e o outro vive em Itumbiara, em Goiás (GO). Eles são primos e desenvolviam plano de atacar uma unidade de ensino com “coquetel molotov”.

Em uma mensagem de celular divulgada pela Polícia Civil de Goiás, um deles escreve que vai “matar todo mundo”. O mais novo, de 14 anos, mora no interior goiano e estava com viagem programada para encontrar o mais velho, de 15 anos, em Campo Redondo (RN).

“O adolescente que reside em Itumbiara estava com viagem marcada para Campo Redondo e, nos próximos dias, certamente se encontraria com o primo que lá reside, o que tornava ainda mais concreta a chance deles materializarem seus planos de massacres”, informou a Polícia Civil do Goiás, por meio de nota.

Os policiais civis do Rio Grande do Norte acrescentaram que equipes às casas onde os adolescentes moram e fizeram a detenção. “Os responsáveis por eles foram acionados e os apresentaram na delegacia, onde houve a confirmação dos fatos apurados”, escreve a corporação.

De acordo com as investigações, as informaçaões iniciais eram de que pelo menos quatro adolescentes realizavam planejamento para invadir duas escolas. Após a investigação das polícias do RN e de Goiás, os agentes chegaram aos dois jovens detidos. Eles também demonstraram intenção de tirar a própria vida após os atos.

“Os jovens já haviam, inclusive, escolhido pela internet as roupas que usariam durante o massacre e estavam na fase de planejamento, para testar os equipamentos que usariam”, informou a polícia goiana.

A operação foi coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI-MJSP), por meio do Laboratório de Operações Cibernéticas (CIBERLAB), e contou com a participação da Agência de Investigações de Segurança Interna (Homeland Security Investigations – HSI).

O Globo

Enquanto aliados do PSBD declaram apoio a pré-candidato, MDB acha cedo para decisão

Diferentemente do MDB quando nenhum deputado declarou apoio a qualquer pré-candidato a Governador nas eleições de 2022, o PSDB já começou dividido e dois deputados (Tomba Farias e Gustavo Carvalho) declararam apoio a pré-candidatura de Benes Leocádio.

Mesmo assim, Benes não pontuou bem nas últimas pesquisas ficando lá pela rabeira. Na última, amargou algo em torno de insignificantes 2%. Uma candidatura que não cresceu em nada apesar de já ter feito fracassados encontros com liderança políticas como o primeiro deles em Caicó (RN) coordenado pelo Republicanos.

O MDB vai ficar na retaguarda até o ano que vem. “Não é hora de decidir quem apoiar agora”, disse uma fonte emedebista. Muita água ainda vai rolar.

Governo de Fátima Bezerra tem aumento de violência em Natal (RN)

Com 14 assassinatos registrados nos dez primeiros dias deste mês, sendo nove deles em menos de 48 horas, este é o início de agosto mais violento em Natal (RN) desde 2018, segundo dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). No comparativo com o mesmo intervalo de tempo de 2020, houve um aumento de 180%

Juiz manda prender o Prefeito de Canguaretama (RN)

O Juiz federal Eduardo Guimarães expediu mandado de prisão do Prefeito de Canguaretama (RN), Wellinson Ribeiro, condenado em regime semiaberto, a uma pena de 4 anos e 6 meses.

Na decisão o magistrado alega que o Prefeito “destruiu/ocultou toda a documentação referente a programas de implemento da educação, inviabilizando que a gestão subsequente pudesse realizar a prestação de contas, bem como também desviou e aplicou irregularmente os recursos públicos federais repassados, causando um prejuízo total direto ao erário na ordem de R$1.228.205,10 (um milhão, duzentos e vinte e oito mil, duzentos e cinco reais e dez centavos)”.

STJ nega mais um pedido para revogar prisão preventiva do DJ Ivis

dj

O Desembargador do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Olindo Menezes indeferiu o habeas corpus no qual a defesa de Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis, pedia a revogação da prisão preventiva decretada contra ele em 14 de julho. O DJ é acusado de violência doméstica e ameaça contra sua companheira.

PF encaminhou investigação ao STF contra Styvenson

O delegado-chefe da Polícia Civil do Distrito Federal (DF) encaminhou para o Supremo Tribunal Federal (STF) o pedido de investigação feito pela deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) contra o senador Styvenson Valentim (Podemos-RN). O envio para o Supremo foi feito por “ausência de atribuição investigativa” da polícia.

Na ocorrência registrada pela Polícia Civil, Joice acusa Styvenson de atentar contra a sua honra durante uma live feita em uma rede social. Na transmissão, em resposta a um participante que comentou sobre as lesões sofridas pela deputada, o senador teria dado a seguinte resposta: “Aquilo ali, das duas uma. Ou duas de quinhentos (Styvenson leva as mãos à cabeça, fazendo chifres) ou uma carreira muito grande (inspira, como se cheirasse cocaína). Ai ficou doida e pronto… saiu batendo”.

Bolsonaro diz que Fábio e Rogério são fantásticos

“São duas pessoas fantásticas e não terão nenhuma dificuldade para se eleger”.

Referindo-se a Fábio Faria (Ministro as Comunicações) e Rogerio Marinho (Ministro do Desenvolvimento).

Aonde, hein? É somente uma pergunta.

Pague a polícia, Fátima!

O atraso no pagamento das diárias operacionais da Polícia Militar do Rio Grande do Norte (RN), foi o tema do pronunciamento do deputado Subtenente Eliabe (SDD) durante a sessão desta terça-feira (03) na Assembleia Legislativa do Estado. De acordo com o parlamentar, o não pagamento em dia, por parte do Governo do Estado, fragiliza o mecanismo. 

“É preciso entender que esses policiais estão deixando suas famílias em casa para estarem nas ruas e essas diárias estão atrasadas há mais de 60 dias”, reclamou.

O deputado cobrou a regularização urgente do pagamento. “Esperar que o governo se conscientize e coloque o pagamento em dia o mais breve possível”, disse.

Duas semanas após fuga em Alcaçuz, apenas dois presos foram recapturados

Dez dos 12 foragidos da Penitenciária de Alcaçuz, em Nísia Floresta (RN), ainda estão soltos nas ruas. A fuga completa duas semanas neste sábado (31) e não há paradeiro dos homens que fugiram da cela 9, ala A, do Pavilhão IV da principal unidade prisional do estado.

Até agora, apenas dois foram presos novamente. No último dia 19, a Polícia Militar recapturou Henrique de Oliveira Souza e Cleyton Marques de Mendonça. Eles foram foram detidos após um estabelecimento comercial na zona Norte de Natal (RN)

PF: Operação Godela II em Parnamirim (RN), Espírito santo (RN) e Santo Antônio (RN)

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta, 29/7, a Operação Godela II destinada a apurar fraudes em financiamentos de veículos praticadas entre os anos de 2018 e 2020 no Rio Grande do Norte (RN). Cerca de 20 policiais federais estão cumprindo 5 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª. Vara Federal/RN, nos municípios de Parnamirim (RN), Espírito Santo (RN) e Santo Antônio (RN).

A operação decorre de investigações realizadas por meio de sete inquéritos policiais instaurados nos anos de 2019 e 2020, com base em notícias de crime apresentadas por instituições financeiras e, também, por lojistas lesados.

Os elementos de prova já colhidos indicam que os investigados arregimentam pessoas para se passarem por terceiros, as quais adquirem veículos por meio de financiamentos, cujas parcelas não são quitadas. Até esta data foram identificadas dez aquisições fraudulentas de veículos.

Os suspeitos poderão responder pelo crime de fraude para obtenção de financiamento em instituição financeira, além de associação criminosa e, se condenados, podem cumprir pena de 2 a 4 anos de prisão por cada delito cometido.

A 2ª fase da operação Godela hoje deflagrada dá continuidade aos esforços da Polícia Federal no Rio Grande do Norte, iniciados no ano de 2019, para coibir a prática desse tipo de crime.

(*) Sobre o nome da operação, trata-se de um termo regional que significa “se aproveitar de situação para tirar vantagem à custa dos outros”.

PF se revolta com desconfiança de Joice Hasselmann

PF se revolta com desconfiança de Joice Hasselmann

As críticas da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) à Polícia Federal geraram incômodo dentro da corporação. Em uma entrevista coletiva, realizada no domingo (25), a parlamentar afirmou que não procurou a instituição, após identificar lesões pelo corpo, por não confiar no trabalho de investigação.

Em nota pública, o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens, rebateu as declarações. “É lamentável e incompreensível a fala da deputada Joice Hasselmann sobre a Polícia Federal, entidade respeitada pela sociedade brasileira e que trabalha todos os dias pela Segurança Pública”, ressalta.

No canto de parede: Ofício enviado a Rodrigo Pacheco solicita que fatos sejam apurados e que Styvenson seja responsabilizado

Após o senador Styvenson Valentim ter insinuado que uma mulher havia merecido ser agredida, a Secretaria da Mulher e a Procuradoria da Mulher da Câmara dos Deputados pediram a apuração da denúncia de violência contra a mulher e violência política de gênero por parte de Styvenson.

“A manifestação de Styvenson denota clara incitação à violência política de gênero e atenta contra a postura exigida a um parlamentar representante do povo”, afirmou a deputada Tereza Nelma, procuradora da Mulher, no ofício enviado a Rodrigo Pacheco.

Conforme a coluna noticiou no último sábado, ao comentar o caso de uma mulher agredida por um policial, Valentim insinuou que as atitudes da vítima podem ter feito que ela merecesse apanhar.

“Pelo vídeo, estou vendo que ele está dando dois tapas na mulher. Uns tapas bons. Mas sei lá o que essa mulher fez para merecer dois tapas. Será que ela estava calada, rezando o Pai Nosso? Eu não sei. Eu não sei”, disse o senador em um vídeo numa rede social.

Nesta mesma live, o parlamentar também debochou das agressões sofridas e denunciadas à Polícia Legislativa por Joice Hasselmann. Valentim acusou a deputada federal de ter cheirado cocaína e chegou a fazer menção a uma suposta traição conjugal.

Metrópoles

Da ex-Pepa: “Não terei o mesmo destino de PC Farias”, diz Joice Hasselmann

Após a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados que investigam o caso de Joice Hasselmann (PSL) não encontrar imagens de pessoas estranhas entrando no prédio em Brasília onde a deputada federal mora, a parlamentar disse que não terá o mesmo fim de Paulo César Farias, mais conhecido como PC Farias, tesoureiro do ex-presidente Fernando Collor – o personagem central da corrupção do governo Fernando Collor, morreu assassinado em 23 de junho de 1996.

Já disse com todas as letras que isso não é coisa de amador, mas de profissional. Ninguém entraria na casa de uma parlamentar para agredi-la dando ‘tchauzinho’ para a câmera do térreo ou do elevador, tendo tantos pontos cegos no prédio. Não terei o mesmo destino de PC Farias”, assinalou a deputada paulista.

E acrescentou dizendo que irá até as últimas consequências fornecendo material para investigação: “Entregarei meu sigilo telefônico (que já estava à disposição) para as polícias. Faço questão que os delegados vejam as mensagens. Outros boletins de ocorrência e notícias crime serão feitos essa semana. É mto material que está sendo levantado”.

Joice Hasselmann chama Styvenson de canalha; veja vídeo

A deputada federal Joice Hasselmann detonou o senador Styvenson, após ele dizer que a parlamentar pode ter “cheirado” algo. Veja o que ela falou, em entrevista a CNN Brasil:

Blogue do Gustavo Negreiros

PRF apreende carga de maconha avaliada em R$ 100 mil em Canguaretama (RN)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em parceria com a Deicor, apreendeu 106kg de maconha e prendeu um homem de 39, que transportava o material entorpecente em um veículo. A prisão foi registrada nesse domingo (25), no km 164 da BR-101, em Canguaretama (RN)

A ação aconteceu após um trabalho investigativo da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor). Os policiais civis identificaram um traficante de 39 anos que costumava agir trazendo drogas de Pernambuco para o RN.

A informação foi repassada para os agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que passaram a monitorar as rodovias. Por volta das 15h de domingo, os PRFs visualizaram o carro onde estaria o alvo e deram ordem de parada. Ao perceber a presença da PRF, o indivíduo empreendeu fuga em direção ao centro da cidade de Canguaretama/RN.

Os Policiais Rodoviários Federais iniciaram acompanhamento tático e realizaram abordagem dentro da cidade de Canguaretama/RN. No porta-malas do veículo foram encontrados 106 kg de maconha dentro de caixas de papelão.

Cada quilo de maconha custa em média R$ 1.000. Dessa forma, a apreensão representou um prejuízo estimado em cerca de R$ 100 mil ao crime organizado. O condutor do veículo recebeu voz de prisão pelo crime de tráfico e foi conduzido para a delegacia de polícia civil de Canguaretama (RN)

Essa conversa tá mal contada

O neurocirurgião Daniel França, marido de Joice, negou qualquer possibilidade de ter agredido a mulher. O casal, no entanto, não descarta completamente a possibilidade de ter sido um acidente doméstico.

“Primeira coisa, eu nunca agredi ninguém, nunca dei um tapa em ninguém, nem um murro em ninguém. Segunda coisa, eu não tenho nenhum motivo para fazer isso, eu jamais faria isso. Então, é exatamente por esta razão que tudo o que eu pude fazer para tentar comprovar o contrário, eu estou fazendo. Fui espontaneamente à polícia prestar depoimento. Me coloquei inteiramente à disposição de tudo, da imprensa, de tudo”, afirmou França.

França foi quem socorreu a mulher. Questionados sobre a demora para registrar uma ocorrência sobre o caso, o que só foi feito na quinta, e também para procurar apenas o hospital, o que se deu na terça-feira, o casal afirmou que imaginaram no começo se tratar de um acidente doméstico. “Até quarta de manhã, eu tinha achado que tinha tomado um tombo, mas foram aparecendo hematomas em lugares que não tinha aparecido”, disse a deputada.

Na sexta-feira (23), Joice prestou depoimento na Polícia Legislativa, que atua no Congresso Nacional. O Depol é o órgão responsável por cuidar da segurança dos parlamentares. “O Depol está ouvindo pessoas e analisando imagens do circuito fechado de TV do prédio em que a deputada reside”, diz a nota da Câmara. A investigação está sob sigilo.

Outra versão do Senador Styvenson Valentim sobre tapas: trata-se de Joice Hasselmann

O senador  Styvenson Valentim (Podemos)  comentou as agressões sofridas e denunciadas à Polícia Legislativa pela deputada federal Joice  Hasselmann (sem partido).

Segundo o Senador Capitão, fazendo gestos e gozação, as agressões são resultado de “chifre ou de pó… uma cheirada muito louca”. 

Em nenhum momento o senador potiguar de compadeceu ou se solidarizou com a colega parlamentar que perdeu dois dentes, fraturou ossos da face e uma costela, além de cortes no joelho e cotovelo.

Apesar das circunstâncias estranhas do ocorrido, a violência praticada contra uma mulher é um fato objetivo,  inquestionável e que tem que ser investigado.

TL

Sei lá o que essa mulher fez para merecer dois tapa”, diz Styvenson sobre agressão de policial a mulher no interior do RN

Declaração do Senador Styvenson Valentim em vídeo que já foi deletado do seu perfil no Instagram:

“Um dia me pegaram em uma entrevista e disseram: capitão o caba deu na mulher com uma criança… e não sei nem o que, não sei nem o que…. e eu disse: amigo, eu num tava na ocorrência. Eu num tava. Eu não sei como é que foi. Como eu vou dar uma explicação de uma coisa que eu… Pelo vídeo aí, eu tô vendo que ele está dando dois tapa na mulher… uns tapa aí bom, na mulher. Agora, eu sei lá o que essa mulher fez para merecer dois tapa, porra. Será se ela estava calada, rezando… o Pai Nosso, para levar dois tapa? Eu num sei, porra… eu num sei!”.

Quem ganhou grande repercussão e que circula em grupos de WhatsApp.

Investigações deveriam ter submetido Joice Hasselmann a exames toxicológicos; isso sim!

No estranhíssimo caso da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), algo é indiscutível: ela foi covardemente espancada. O problema é sua versão inverossímil. Delegado de classe especial da Polícia Civil do DF, Miguel Lucena tem uma opinião: “Em tese, a investigação deve começar dentro de casa”. A deputada relatou que via TV e, de repente, acordou-se no chão da área íntima do apartamento com o rosto ensanguentado. O marido e a empregada estavam em casa. Ninguém viu nada. Nem Joice.

PS: Os investigadores deveria ter submetido a realizar exames toxicológicos.

Os exames toxicológicos existem para detectar se a determinada pessoa fez uso recente de drogas ilícitas ou não. Só por precaução.

Ela tá com conversa mal contada. Isso sim!

Vaza áudio de briga entre DJ Ivis e esposa, e ameaças da mulher são reveladas: “Se você for embora, eu me jogo do prédio com a nossa filha junto”; OUÇA ÁUDIO

Vazaram áudios de uma discussão entre o cantor e compositor, DJ Ivis, que está preso, e sua esposa Pamella Holanda. Na briga, a mulher do artista, que foi flagrada apanhando por Ivis em vídeos vazados, aparece em um tom mais ameaçador, em que afirma “se jogar do prédio com a filha” caso o DJ saia de casa.

Com fraturas no rosto e costela, Joice Hasselmann diz que foi agredida em casa, aciona polícia legislativa e denuncia ‘atentado’: Ou ela comeu alguma coisa estragada? Vídeo

A última lembrança que a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) disse ter da noite do último sábado é a de estar em sua cama, no apartamento funcional onde vive, em Brasília (DF). Depois, o que veio pela frente foi um lapso de memória de aproximadamente sete horas. Ela dá detalhes sobre o ocorrido em um vídeo (veja abaixo).

Quando retomou os sentidos, a deputada disse ter acordado em meio a uma poça de sangue no chão de seu closet, com cinco fraturas no rosto e uma na costela. Estava ainda com um dente quebrado e queixo cortado, segundo informações da própria deputada ao blog da jornalista Bela Megale, do O Globo.

Joice disse que acionou a Polícia Legislativa para investigar o caso e afirmou que acredita que foi “vítima de um atentado”.

– Acordei em uma poça de sangue sem saber quanto tempo fiquei desacordada. A hipótese que eu mais acredito é que sofri um atentado – afirmou.

A parlamentar diz que, primeiramente, acreditou que tinha desmaiado e se machucado ao cair. Joice, porém, viu que tinha fraturas em muitos lugares do rosto e do corpo. A avaliação dela é que só poderia ter se machucado assim “se tivesse rolado de uma escada, o que não aconteceu”. Além das fraturas, ela mostrou à coluna lesões no joelho e tórax e um inchaço na cabeça.

– É improvável que eu tenha conseguido cair de jeitos diferentes para lesionar tantas partes do meu corpo. Um dos médicos que me atendeu perguntou se eu levei chutes. Mas não posso acusar sem provas. Não me lembro de nada – disse ela.

VÍDEO:

Joice relata que quem a socorreu foi seu marido, o neurocirurgião Daniel França, que costuma passar os fins de semana em Brasília. A deputada ligou para o celular do marido às 7 horas da manhã, porque não conseguia se levantar. Ele dormia em outro quarto da casa. Joice diz que o casal costuma dormir separado porque o marido tem problemas com ronco. A parlamentar afirma que França a levou para o quarto, fez curativos e ministrou os remédios.

Na terça-feira, Joice relatou que foi atendida por uma junta de dentistas e que também fez exames no Hospital Sírio-Libanês, em Brasília, onde as lesões foram constatadas. No mesmo dia, a deputada relatou o ocorrido ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e falou sobre sua suspeita de agressão.

– Já estou em contato com a Polícia Legislativa. Eles vão investigar o caso e solicitarão as imagens das câmeras do prédio para analisar a movimentação. Já fiz esse pedido aos policiais. Amanhã eu prestarei depoimenti e indicarei testemunhas, como meu marido, funcionários da casa e porteiros do prédio – disse ela. O vigia do edifício da deputada afirmou à coluna que os vídeos foram pedidos pela Polícia Legislativa.

Desde o episódio, a deputada trouxe para Brasília seu segurança particular de São Paulo e não dorme mais sozinha no apartamento. Dois funcionários passaram a dormir na sua residência na capital federal. Ela também trocou todas as fechaduras de sua casa e diz que, agora, vai andar armada.

– Só preciso fazer a prova de tiro para ter a minha posse de arma. Comprei uma pistola Glock e ela não vai sair do meu lado, nem na hora de dormir – afirma.

O Globo

‘Homicídio de pré-candidato a prefeito de Janduís (RN) foi encomendado’, diz Delegado

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte (RN), por meio da Delegacia Municipal de Janduís (RN) e da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECAP), deflagrou, nesta terça-feira (20), uma operação com o objetivo de cumprir mandados de prisão contra suspeitos do homicídio Raimundo Gonçalves Lima Neto, conhecido como “Neto de Nilton”.

O empresário foi assassinado no dia 11 de abril de 2020, em uma estrada de acesso a Fazenda Estrela, que havia acabado de comprar, na região entre as cidades de Janduís e Campo Grande.

Ao todo, sete pessoas foram presas, duas armas apreendidas, além de várias munições. 100 policiais civis do RN, além de outros 20 da Paraíba participaram da operação. As armas apreendidas são do mesmo calibre da usada para matar Raimundo Gonçalves. Ambas passarão pela perícia para saber se alguma delas foi utilizada no crime.

Em coletiva de imprensa, realizada na tarde desta terça-feira (20), o delegado Odilon Teodósio, que está a frente da investigação, afirmou que entre os presos estão dois autores materiais do crime do crime: João Paulo Fernandes da Silva Brito, o Cacado, e Antônio Alcivan, conhecido como “Juninho Mangueira” ou “Macaíba”.

João Paulo já havia sido preso cinco dias após o crime, em 16 de abril de 2020, durante uma abordagem da PRF. Com ele estavam José Fernandes da Silva, “Dedé do Fogo”, Maxuel Fernandes Belarmino e Fabrício.

Ainda segundo o Dr. Odilon, os quatro seguiam para realizar um assalto na região no município de Riachuelo. Com eles foram encontradas armas, drogas e coletes a prova de balas.

A partir desta prisão a Polícia Civil começou a investigar a autoria do crime contra “Neto de Nilton”, pois evidências apontaram que o grupo estaria diretamente envolvido.

As investigações apontaram que o grupo chegou a ficar cerca de 15 dias fazendo preparativos para a emboscada do empresário. Os dois autores, João Paulo e Antônio Alcivan, estariam alojados no Sítio Pitombeira, a cerca de 15 minutos do local do crime. Eles teriam executado a vítima e retornado ao sítio.

O Delegado Odilon também afirmou que a equipe já tem outros nomes de pessoas envolvidas direta e indiretamente no crime e que, por meio delas, as investigações agora correrão para descobrir a autoria intelectual do homicídio.

Ele afirma que foi um crime encomendado, visto que a vítima não tinha inimizades como o grupo que realizou a execução. “Não temos o valor, mas saber de certeza que foi um crime pago”, disse. “Não está descartada a possibilidade de ter sido um crime político-partidário”, concluiu.

Também participaram da coletiva o delegado-geral adjunto, Ben-Hur Medeiros, o delegado regional, Luís Fernando, e o delegado Paulo Nilo, de Apodi, além de Geriz de Oliveira, diretor da Diretoria de Polícia Civil do interior (DPCin).

Do Mossoró Hoje

“Preso é na bala”, diz presidente do Sindicato dos Policiais Penais do RN; certíssima

“O preso que não obedecer os procedimentos tem que ser conduzido a delegacia, e no primeiro momento, se ele vier [atentar contra os agentes], tem que meter bala sim, porque o que segura preso é bala, claro que a bala só é dada em momentos de extrema necessidade”.

Disse a Presidente do Sindicato dos Policiais Penais do RN (Sindpen), Vilma Batista, ao comentar a fuga de 12 presos de Alcaçuz, em Nísia Floresta (RN).

Pedido de liberdade de DJ Ivis é negado pela Justiça

Um pedido de urgência de liberdade da defesa do cantorDJ Ivis foi negado pelo Poder Judiciário estadual, no sábado (17). Ele segue preso de forma preventiva, desde a última quarta-feira (14), por agressões cometidas contra a ex-mulher — a cearense Pamella Holanda.

Igor Coutinho, advogado do produtor musical, confirmou a informação ao Sistema Verdes Mares (SVM), nesta segunda-feira (19). “Foi negado o pedido de liminar, o habeas corpus segue para análise de mérito”, declarou.

Atualmente, o DJ Ivis divide cela com outros internos na Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz. A ida dele aconteceu após audiência de custódia, realizada na sexta-feira (16). Anteriormente, ele estava encarcerado na Delegacia de Capturas e Polinter (Decap).

Abatido e com cabeça raspada: Justiça nega habeas corpus a DJ Ivis

Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, teve seus cabelos raspados ao chegar na Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz (RN), no Ceará. O produtor musical foi preso na última quarta-feira (14/7) pelas agressões contra sua ex-mulher, Pamella Holanda, inclusive na frente da filha de nove meses do casal.

A Justiça negou o pedido de habeas corpus de DJ Ivis no último sábado (17/7) e ele permanecerá preso por tempo indeterminado à disposição do Poder Judiciário. Caso ele seja condenado por lesão corporal, a pena máxima é de três anos em regime aberto ou semiaberto. O presídio de Aquiraz é de segurança máxima.

Nenhum fugitivo da Penitenciária de Alcaçuz foi recapturado

Até agora, nenhum dos 12 fugitivos do Presídio de Alcaçuz, em Nísia Floresta (RN), já identificados, foi recapturado. Equipes da Polícia Penal e das forças de Segurança pública estão mobilizadas em operação para capturar os fugitivos.

Posts Recentes

Posts Recentes

setembro 2022
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias