Caso Palocci reabre discussão sobre lobby

O caso Palocci reacende a discussão sobre a legalização do lobby nos três poderes, em especial no Congresso, onde é permitido a deputados e senadores atuarem como consultores, como foi o caso do atual ministro da Casa Civil no seu último período no Parlamento, entre 2007 e 2010.

Entre os políticos e especialistas não há quem diga ser contra regulamentar a ação do lobista, mas interesses variados impedem o avanço de propostas discutidas há pelo menos 20 anos no Congresso. Para entidades da sociedade civil e parlamentares da oposição e do governo, a lei deve tratar do lobby privado e impedir que deputados e senadores atuem como consultores da iniciativa privada.

3 respostas

  1. Este é o País onde os corruptos definitivamente têm vez. Onde levar vantagem é a máxima da vez. Onde querem nos fazer termos vergonha de sermos honestos. Onde os valores morais e éticos são colocados na lata do lixo!!

  2. Não, Luiz Felipe, continuemos honestos, cumprindo nossas obrigações, pagando nossos impostos, como manda a lei; continuemos a crer que isso vai mudar.
    Já avançamos muito. Quem diria que um Governador seria cassado, senadores renunciarem para não ser cassaddos e até um presidente ter que renunciar pra nao ser defenestrado do poder?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  
Categorias