Caso F. Gomes: Advogado diz que Gordo da Rodoviária está preso por “suposições”

O comerciante Lailson Lopes, apontado pela polícia e pelo Ministério Público como mandante do assassinato do radialista F. Gomes, terá um novo defensor na audiência marcada para a quarta-feira (11), no fórum de Caicó. Antônio Carlos de Souza Oliveira (na foto) foi contratado pela família do Gordo da Rodoviária, como é conhecido Lailson.

Mesmo tendo sido recém-contratado, Antônio Carlos já analisou os autos do processo e disse não haver provas contra Lailson Lopes. “Na verdade, o Lailson está preso até hoje por suposições, pela infeliz coincidência de ter falado ao telefone com o assassino do radialista momentos antes e depois do crime. Mas isso é comum neste país. No Brasil, prende-se para depois investigar”, falou.

Antônio Carlos, que é presidente da comissão de advogados criminalistas da OAB/RN, ainda vai ter primeiro contato com cliente e acredita que ele não irá a júri popular. “Tenho certeza absoluta que o meu cliente não será pronunciado a júri popular, mesmo levando-se em consideração o clamor social”, garantiu.

Antônio Carlos, em entrevista exclusiva à TRIBUNA DO NORTE nesta terça, antecipou que irá pedir à Justiça que Gordo da Rodoviária seja posto em liberdade. O advogado também informou que, caso seja derrotado e Lailson Lopes seja pronunciado, vai recorrer da sentença.

“Não acredito que isso vá acontecer. Mas caso ocorra, vou recorrer até a última instância possível. Durante os 15 anos que atuo como advogado criminalista, nunca vi tanta injustiça contra um ser humano, como é este caso”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

dezembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
Categorias