Campanha Lenço Solidário

Objetivando promover o resgate da autoestima de mulheres em tratamento oncológico, a Vereadora de Parnamirim, Kátia Pires, juntamente com a primeira dama de Parnamirim, Alda Leda Taveira, em parceria com a Vereadora de Natal, Carla Dickson, bem como a Câmara Municipal de Parnamirim, lançaram no dia 4 de outubro a campanha do Lenço Solidário.

Em sua primeira edição, a campanha visa arrecadar lenços, tecidos e turbantes para criação de um banco de lenços, e assim colaborar na autoestima das mulheres que perdem os cabelos ao enfrentarem o tratamento de quimioterapia.

Como se sabe, um dos maiores desafios da doença é quanto à retirada das mamas, a mastectomia. Mesmo com todo o avanço da medicina, a retirada total da mama ainda pode ser necessária – dependendo do tamanho do tumor, do seio, e do estágio da doença. Lidar com a perda dos seios é algo extremamente complexo para a mulher, pois lida com aspectos como sexualidade, maternidade, sensualidade e feminilidade.

Outro aspecto que preocupa muito as mulheres se refere à queda de cabelo. A maioria das medicações quimioterápicas usada para o tratamento do câncer de mama atua sobre as células que se reproduzem com mais rapidez, como as do bulbo capilar. Embora nem todas as medicações causem queda de cabelo (conhecida como alopecia), é bom sempre lembrar que o importante é que o medicamento seja eficaz no tratamento e que, no final da terapia, os fios voltarão a crescer, já que principalmente para as mulheres, o valor dos cabelos é indiscutível e reflete diretamente em sua autoestima, em seu humor e até mesmo em sua autoconfiança. O cabelo de uma mulher é um bem que ela tem, afinal são considerados o “cartão de visita” de uma pessoa e geralmente é a primeira coisa a ser vista quando olhamos para o rosto de alguém.

Nesse sentido, o lenço surge como uma alternativa para quem perdeu os cabelos e não pode adquirir uma peruca, se tornando um belo acessório para emoldurar o rosto enquanto os cabelos não voltam a crescer, fazendo toda a diferença durante essa transição, porque são alegres, coloridos, estilosos, e podem ser usados de várias maneiras, deixando a mulher mais bela e confiante.

Como já dito, esta iniciativa tem como objetivo contribuir para o bem-estar e melhorar a qualidade de vida de pacientes oncológicas em tratamento. Os lenços arrecadados serão doados para mulheres selecionadas pela Associação Onco & Vida de Assistência e Prevenção do Câncer, e os demais encaminhados as pacientes da Liga Contra o Câncer que fará a distribuição com suas pacientes.

Na programação um grande evento acontecerá na Câmara de Parnamirim no dia 31 de outubro, com palestras, oficinas de Turbantes, tratamentos de beleza, Mamografias abertas ao público, mutirão médico para resultado de mamografias realizadas em 2016, e para finalizar em grande estilo, um desfile com todas as mulheres participantes.

Será um mês inteiro de completa entrega à causa, e nós queremos mobilizar as pessoas para esta campanha, já que o trabalho voluntário engrandece e sensibiliza as relações tanto para quem pratica quanto para quem recebe. Os lenços podem ter qualquer cor, desde que embelezem e estimulem as mulheres com algum tipo de câncer a permanecem firmes e fortes no tratamento da doença, para lutarem pela vida, destacou a Vereadora Kátia Pires.

Um lenço esquecido no fundo de uma gaveta pode ser fundamental para o resgate da autoconfiança destas mulheres e influenciar positivamente o seu tratamento. Os lenços podem ter qualquer tamanho, cor e modelo. Basta depositá-los nos pontos de coleta e integrar esta corrente de solidariedade.

Doe lenços e distribua sorrisos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Categorias

‘Tchau queridos’ no RN

O movimento Vem pra Rua começou a preparar o ‘Tchau queridos’ – lista de parlamentares que, segundo os critérios do movimento, ‘não merecem ser reeleitos em 2018’. O

Leia Mais