Câmara dos deputados deve investigar suposta venda de emendas

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), disse, nesta terça-feira (19), que vai pedir à Corregedoria da Casa que dê início a uma investigação para que seja apurada a denúncia sobre um esquema de venda de emendas na Câmara, ilegalidade que seria liderada pelo deputado federal João Carlos Bacelar (PR-BA).

A decisão veio atender um pedido feito pelo PSOL por meio de ofício protocolado na manhã de hoje.

Marco Maia afirmou que ainda é comum que parlamentares ‘conversem’ sobre as emendas a fim de evitarem que um município possua um maior número de emendas do que outro. “Não há crime nisso. É comum acontecer. Há situações em que o prefeito vem aqui depois das eleições e pede a todos os deputados que destinem emendas ao município ou alguma organização não governamental e, mesmo não tendo voto naquele local, destina-se a emenda”, disse.

Apesar da denúncia, o presidente da Câmara negou a existência de um esquema de compra e venda de emendas. ‘Não há um esquema de compra e venda de emendas aqui na Câmara, o que há é uma denúncia localizada de um parlamentar da Bahia com mais outros dois deputados, que precisamos investigar para saber se isso de fato aconteceu”, acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias