Caern reforça mensagem de vídeo do Diretor-Presidente sobre consumo racional de água

Vídeo do Diretor Presidente da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), Roberto Linhares viralizou no último final de semana e gerou repercussão na imprensa e nas redes sociais. O vídeo traz a mensagem do uso racional da água. Nesta segunda-feira (30) a Caern reforça a mensagem do vídeo e diz:

O pico de consumo de água em dias normais ocorre entre 6h e 8h; entre 11h e 13h, e; entre 18 e 21h. Esses são os horários médios de maior consumo, o que corresponde justamente a um consumo residencial.

Na capital, por exemplo, o consumo industrial é ínfimo, já o consumo comercial é pequeno, observando que o maior consumo ocorre no segmento de alimentação. Outros setores comerciais têm o uso mais restrito, seja em lavabos ou para limpeza do estabelecimento.

Já o uso residencial, sem o devido controle, pode aumentar bastante o consumo. Seja através de banhos demorados, muitas lavagens de roupas, outros afazeres domésticos ou ainda para lazer (piscinas).

A Caern esclarece que já precisou aumentar o tempo de fornecimento para algumas áreas para atender a demanda. E em alguns casos que ficam em ponta de rede e em localidades que necessitam de uma pressão na rede sofreram desabastecimento na última semana. A situação é provocada justamente pelo aumento de consumo, a rede demora a pressurizar e dificulta o abastecimento.

O exemplo apresentado pelo Diretor-Presidente, Roberto Linhares, do seu condomínio, não é diferente da realidade vivenciada em outras regiões. É preciso sim que cada consumidor observe o seu consumo e faça o uso da água de forma moderada. Essa consciência tanto ajuda na distribuição de água para toda a população, como também evita que a conta de água tenha um aumento significativo.

O inverno tem trazido melhoras significativas para os mananciais. Mas o Rio Grande do Norte ainda conta com um número considerável de cidades com o abastecimento em sistema de rodízio, 76 ao todo e três em colapso. A Caern tem trabalhado para melhorar o fornecimento de água para estas cidades, quando os reservatórios permitem, a exemplo do que aconteceu com Acari e Currais Novos. Mas, em alguns lugares ainda existem limitações de mananciais.

Outra questão que deve ser levada em consideração é que os sistemas têm limitações técnicas de produção, ou seja, captação, tratamento e distribuição; além de outorgas de exploração que visam o equilíbrio do sistema. Assim, existe um limite de fornecimento de água.

Por fim, o uso racional da água é, não só neste momento de pandemia, algo essencial observando se tratar de um bem finito.

A Caern está comprometida com o abastecimento de água e esgotamento sanitário dos potiguares e com a sustentabilidade.

Uma resposta

  1. NÃO ENTENDO MAIS NADA. MINISTRO DA SAUDE, SECRETÁRIOS DE SAÚDE, MÉDICOS, ETC, RECOMENDAM QUE TODOS DEVEM LAVAR AS MÃOS VÁRIAS VEZES POR DIA. SE PRECISAR SAIR, AO CHEGAR EM CASA COLOQUEM AS ROUPAS PARA LAVAR. TUDO BEM MAS, APARECE UM DIRETOR DA CAERN MANDANDO O PROVO ECONOMIZAR ÁGUA E FINALIZA DIZENDO QUE O POVO J, JÁ SACRIFICADO, FAÇA ESFORÇO PARA PAGAR SUAS CONTAS DAGUA. FINALMENTE, VOU OBEDECER A QUEM?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias