Caern esclarece sobre planos de saúde

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) vem a público esclarecer informações da matéria “E agora CAERN?”, veiculada nesta quarta-feira (11), no blog do Robson Pires – O Xerife. A notícia afirma que uma decisão da 4ª Vara Cível de Natal (RN) teria determinado que a CAERN restabelecesse os planos de saúde de todos os servidores aposentados que estavam vinculados ao plano de saúde. A decisão relativa ao processo de Nº 0866879-58.2020.8.20.5001 é, na verdade, contrária ao plano de saúde, em ação impetrada pela CAERN. Portanto, torna-se claro que a reportagem não condiz com a verdade.

A CAERN é a autora da ação que tramita na 4ª Vara Cível da Comarca de Natal, cuja decisão em caráter de “tutela de urgência”, foi proferida na última terça-feira (10). O juiz determina que a operadora do plano de saúde “inclua imediatamente, sem qualquer interrupção e solução de continuidade, todos os inativos da CAERN e seu grupo familiar que já estavam vinculados aos antigos planos de saúde (incluso o Contrato então vigente nº 15.0272 celebrado entre a operadora e a CAERN), sem qualquer interrupção e solução de continuidade, no Contrato nº 20.01828, o qual teve sua Ordem Inicial de Serviço a partir da data 03/11/2020, restabelecendo-lhes o plano de saúde, assumindo os inativos e seu grupo familiar o seu pagamento integral diretamente à operadora ré, sob pena de multa diária a ser arbitrada pelo Juízo por cada usuário que não tenha sido imediatamente reintegrado”.

Uma resposta

  1. Se o PT , tivesse consciência da TRAIÇÃO que fez ao POVO do RN, e em especial ao funcionalismo público ESTADUAL , RENUNCIARIA todas as candidaturas da CAPITAL AO ONTERIO DO RN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias

Lula na cadeia

A sociedade se uniu para pedir o impeachment de Dilma Rousseff. Ela vai se unir novamente para afastar os ministros golpistas do STF e mandar

Leia Mais