Bolsonaro veta prioridade a mulher no pagamento do coronavoucher

Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto de lei que estabelecia prioridade à mulher chefe de família no pagamento do auxílio emergencial, o chamado coronavoucher.

O veto está publicado na edição desta quarta-feira do Diário Oficial da União.

O texto também previa que pais solteiros pudessem receber duas cotas do auxílio em três prestações.

O projeto foi aprovado pelo Senado no dia 8 de julho.

“O projeto se torna inviável ante a inexistência nas ferramentas e instrumentos de processamento de dados, que geram a folha de pagamento do auxílio emergencial, de dados relacionados a quem possui efetivamente a guarda da criança”, justificou Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias