Bolsonaro veta aumento para servidores até o fim de 2021 e sanciona socorro a estados

O presidente Jair Bolsonaro sancionou com vetos a lei de socorro aos estados e municípios. O prazo final era até esta quarta-feira (27). A decisão foi publicada no Diário Oficial desta quinta (28).

Após dar aval a deputados e senadores para manter reajuste mais amplo para servidores, o presidente atendeu a apelo do ministro Paulo Guedes (Economia) e congelou os salários até o fim de 2021.

A suspensão do aumento de vencimentos do funcionalismo de municípios, estados e União era contrapartida exigida por Guedes para ajudar os entes da Federação a enfrentar os efeitos do coronavírus.

O Congresso agora pode manter ou derrubar os vetos de Bolsonaro. Porém, na tramitação do texto, deputados e senadores haviam poupado do congelamento de salários uma gama ampla de servidores.

Entre as categorias beneficiadas estavam civis e militares, como professores, médicos, enfermeiros, profissionais de limpeza urbana, agentes funerários, policiais e as Forças Armadas.

A decisão, segundo projeção da equipe de Guedes, reduziria para R$ 43 bilhões a economia com o congelamento. Inicialmente, eram previstos R$ 130 bilhões.

De acordo com Bolsonaro, na mensagem do veto, o dispositivo aprovado “viola o interesse público por acarretar em alteração da economia potencial estimada”.

“A título de exemplo, a manutenção do referido dispositivo retiraria quase dois terços do impacto esperado para a restrição de crescimento da despesa com pessoal”, escreveu.

Uma resposta

  1. No ESTADO DO RN, ñ é novidade a respeito de congelamento de salários, há mais de 10(anos) o funcionalismo está sem reposição salarial. O POVO do RN,fez uma mudança no qual acreditava todas as fichas e ñ fez diferente dos outros congelou os salários dos plebeus e corrigiu os SALÁRIOS da ELITE. Para quem combatia DESIGUALDADE Social e justiça SOCIAL foi uma tiro no pé.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias

A FEMURN e seus encontros casuais

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) está preparando um verdadeiro ‘palanque eleitoreiro’ para dois dos seus ex-presidentes: Benes Leocádio (candidato a deputado

Leia Mais