Bolsonaro depõe hoje à PF sobre “importunação” a baleia no litoral de SP

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) presta depoimento à Polícia Federal nesta terça-feira (27), como parte de uma investigação sobre um possível crime de “importunação intencional” a uma baleia-jubarte em São Sebastião, no Litoral Norte de São Paulo. A oitiva acontece na Superintendência da PF na capital paulista, dois dias após o ato envolvendo seus apoiadores na Avenida Paulista. Outro que será ouvido pela PF é o advogado e assessor de comunicação de Bolsonaro, Fabio Wajngarten, que foi secretário-executivo do Ministério das Comunicações e ex-chefe da Secretaria de Comunicação na gestão do ex-presidente.

Em uma postagem nas redes sociais, Wajngarten confirmou que os dois devem comparecer á sede da PF às 14h30.

O caso ocorreu em junho de 2023, e o inquérito foi aberto com base em vídeos que mostram um homem pilotando uma moto aquática e ficando a 15 metros de distância da baleia com o motor ligado. A PF investiga possíveis crimes previstos em lei que proíbem a pesca ou o “molestamento intencional” de baleias.

Em novembro do ano passado, o Ministério Público Federal passou a acompanhar o inquérito, suspeitando que Bolsonaro seria o condutor do veículo aquático que se aproximou do mamífero. O ingresso do órgão na investigação foi solicitado pelo Ibama, que também investiga o caso, como um desdobramento de uma apuração preliminar do MPF sobre o episódio.

Durante o feriado de Corpus Christi de 2023, Bolsonaro esteve na região e se encontrou com o vereador Wagner Teixeira, que foi multado pelo Ibama por “desrespeito às regras de observação de baleias”.

R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
Categorias

Uma data para Lula

É boa notícia que tenha sido marcado para 24 de janeiro o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pelo Tribunal Regional Federal

Leia Mais