Boletim da Fiocruz indica RN com tendência de queda em novos casos de Covid-19

A Pandemia mantém um padrão de estabilidade com um número alto de óbitos e de casos por Covid-19, segundo o novo Boletim Observatório Fiocruz Covid-19 (estudo feito  de 9 a 15  de agosto e de 16 a 22 do mesmo mês),  divulgado hoje.

O boletim mostra que o Brasil está  apresentando uma média de mil mortes por dia pela doença e cerca de 40 mil registros de ocorrências diárias, além de uma forte flutuação dos indicadores nessas duas semanas.

É assim: enquanto alguns registraram tendência de queda no número de casos (Rio Grande do Norte, Ceará e Sergipe) e de óbitos (Ceará e Sergipe), em outros a situação é preocupante.

O estudo mostra que o nosso Rio  e o Distrito Federal, por exemplo, há “propensão de aumento no número de casos”.  No Distrito Federal,  houve um alta taxa de incidência nas duas últimas semanas. Já o Centro-Oeste segue como a região com maiores taxas de incidência e de mortalidade.

Quanto à disponibilidade de leitos, dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde  indicam que – entre 10 de julho e 24 de agosto -houve pequenos incrementos na oferta de leitos de UTI Covid-19 para adultos por 10 mil habitantes no Acre, Roraima, Amapá, Tocantins, Rio Grande do Norte, Bahia, Santa Catarina, Goiás e Distrito Federal.

Enquanto as taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos saíram da zona de alerta crítico para a de alerta intermediário em Tocantins, Santa Catarina e no Distrito Federal, em outras regiões (Acre, Sergipe, Bahia e Mato Grosso do Sul) passaram da zona de alerta intermediário para fora da zona de alerta.

Por Ancelmo Gois

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

novembro 2022
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 
Categorias