Bloco que apoiou a candidatura de Roberto Germano para prefeito de Caicó não quer aproximação com Wilma de Faria

A aliança do deputado estadual Álvaro Dias, que entregou a executiva estadua do PDT ao ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, não foi bem recebida, em parte, pelos peemedebistas caicoenses e até pedetistas.

Eles nada têm contra o ingresso de Carlos Eduardo no comando do PDT. Só fazem uma exigência: querem distância da Governadora do Rio Grande do Norte Wilma de Faria.

Principalmente toda aquela turma da aliança política que apoiou na eleição passada a candidatura de Roberto Germano, PC do B, a prefeito de Caicó.

Até mesmo o vereador Leleu Fontes não deseja nenhuma aproximação política.

Mas, o deputado estadual Álvaro Dias, PDT, já resolveu a situação. Carlos Eduardo vem para o PDT, porém a legenda continuará fazendo oposição ao Governo do Estado.

3 respostas

  1. Sei não, Robson, pelo que eu estou vendo, tem muito prefeito que sempre fez oposição ferrenha a governadora querendo mamar nas tetas do governo, que o diga Aníbal Pereira, de São João do Sabugi. Pelo que vi em uma reportagem do Correio da Tarde, ele está querendo se aproximar da mulher pra tentar salvar sua administração, que, por sinal, está péssima

  2. estou estranhando essa atitude do prefeito Aníbal, pois o conhecí como bacural autentico, o q será q tá havendo c ele, deveria honrar o eleitor de sua cidade. sim para receber verbas do governo não é preciso ser correligionário da governadora, isso é uma vergonha.

  3. Prefeito tenha respeito com seus eleitores que votaram na bandeira VERDE que acompanham você a vida toda, faça uma frente com Jackson, Padre Jocimar, Lobão, Pacifico,Ivonete Dantas< Roberto Germano e companhia, todos essses sofrem com esse Governo VILMA DIZ QUE FARIA, MUDANÇA JÁ ROSALBA E GARI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
Categorias

Garibaldi: Fim da farra das pensões

Deu no Cláudio Humberto: Para dificultar a vida de aproveitadores, o ministro Garibaldi Alves (Previdência) quer estabelecer carência mínima de dois anos de casamento para

Leia Mais